Santo Antonio

Santo Antônio é conhecido como santo casamenteiro. Sua imagem  é sempre representada carregando o Menino Jesus nos braços. Os caboclos sabem que é também um “Santo Curador”. Nós poderíamos dizer até um “Grande Xamã”. Nas antigas tradições das festas juninas, diz-se que em Santo Antônio a fogueira tem o formato de um quadrado. Antônio de Pádua, seu nome original era Fernando Martins de Bulhões (nascido em 1195, Lisboa, Portugal – falecido em 13 de junho

Ler mais

Primavera – Parte 3

  Estudo da Primavera – Parte 3 Como o Leste é concernente com o espírito e o ser humano, o índio conclui que o homem tem o equilíbrio e a harmonia dentro de si quando determina com o Espírito. Esse é o jeito que sistema de energia dos seres humanos esta estruturado. Desarmonia e desequilíbrio resultarão se, vivendo um clichê, ao determinar com outra parte de seu ser. Com a mente, por exemplo, que é

Ler mais

Dia de Los Muertos

Por Léo Artese: Morte é um evento que acontece com seres animados. Uma referência dos sentimentos mais profundos e temidos para o ser humano. Ela levanta as questões: De onde eu venho? Para onde vou ? Qual é é o sentido da vida? Existe outra a vida depois dessa? A morte dá medo e nós a evitamos, nós a escondemos de nossa existência. Ela incita o amor, em vida não há morte e vice-versa. A morte fascina, horroriza. O

Ler mais

Mais sobre a Primavera – 3 parte

Parte 3 O corpo mental cede espaço para o corpo espiritual Na Roda Medicinal dos nativos norte-americanos, a primavera é a hora de Wabun, o Espírito guardião do Leste . Momento da prosperidade, de tudo o que têm a ver com crescimento. Para melhorar comunicações, interações de grupo, fertilidade e abundância. Estamos dizendo até breve ao Inverno, do Sul, do Búfalo Branco, dos poderes de limpeza, da renovação e da purificação; e dando boas-vindas ,

Ler mais

Mais sobre a Primavera – parte 2

PARTE 2 O três caminhos espirituais do Leste (Primavera) são: CLARIDADE Este primeiro Caminho Espiritual é considerado um presente para os humanos. Pode abrir qualquer mundo ou tornar-se a nossa própria prisão. No Nível Físico trabalhamos se para simplificar a relação com o mundo. No Mental para vermos as coisas mais nitidamente, ter mais lucidez. No Emocional para ser mais espontâneo, direto, desbloquear energias emocionais. No Nível Espiritual, para se tornar um canal a serviço

Ler mais