Maria Sabina

Nasceu em Oaxaca, no Mexico em 1896 e viveu até 1985. Esta mazateca é conhecida mundialmente pelo seu trabalho com Teonanácatl (Psilocybe Mexicana), o cogumelo milenar dos índios mexicanos, conhecido como ” Carne de Deus”. Ela utilizava os cogumelos sagrados na cerimônia chamada ” Velada”. Diz-se que Teonanácatl, tem o poder de curar todas as doenças e também proporciona força mística que dá ao xamã, o poder da linguagem, ou seja, o cogumelo fala pela

Ler mais

Os atabaques e os Orixás

Os tambores tem um alto poder mágico e ao tocá-los expressam a consagração espiritual. Eles ligam os iniciados às divindades, o profano ao sagrado. Para a raça negra, o atabaque representa o Logos: ao mesmo tempo rei, artesão, guerreiro ou caçador, como se em uma voz múltipla, o ritmo vital da alma estivesse reunido nos momentos do toque. No Brasil, especialmente nos terreiros de candomblé, verificamos a presença fundamental dos atabaques e dos ogãs padrinhos

Ler mais

Animais – Guia de meditação

De acordo com o tema que está trabalhando na atualidade você poderá contar com a ajuda da essência, dos talentos dos animais, nas suas meditações e evocações. A Ação = alce, antílope, cavalo Adaptação = sapo, coiote, gorila, rato, cervo,rato Ambição (aumentar) = lagarto, falcão, cobra Abundância = coelho, rato, búfalo Afeição (aumentar) = pica-pau, corvo, lobo Alcançar outros reinos = águia, coruja, beija-flor, corvo,foca, Gaivota Administrar recursos = camelo Alegria = lontra, falcão, coiote,

Ler mais

Canção e Prece do Tabaco

Canção do TABACO Poder do Fogo E da terra aqui chegou No aroma desta Força Vegetal O sagrado fumo vai purificar Bons espíritos eu venho invocar Sopram ventos em todas as direções Na união de todas as Nossas Relações OH Grande Espírito Com Vos eu vou fumar E meu corpo contra o mal vai  se fechar A fumaça do tabaco se espalhou O poder do Fogo aqui manifestou O Caminho do Sagrado se mostrou Entre

Ler mais

Plantas que curam

A antropóloga Beatriz Caiuby Labate é uma voz altiva e ativa no universo da pesquisa acadêmica brasileira sobre o uso das plantas de poder e, em especial, da ayahuasca (1). Aos 33 anos, Bia Labate já trilhou boa parte do vasto território-alvo de sua pesquisa e, literalmente, colocou o pé na estrada, nos últimos nove anos, viajando pelo Brasil, Peru, Colômbia, México e África. Suas andanças, em busca da gênese e da história de distintas

Ler mais