A Linguagem e a Torre

Em uma análise psicanalítica sobre a carta da Torre, no Tarot, baseado no livro de autoria desconhecida, mas chamado “Meditações sobre os 22 Arcanos Maiores do Tarô”, editado pelas Edições Paulinas, mostra-se que foi pela vontade que o pecado original se verificou e causou a queda (Adão e Eva). Em Gênesis, o pecado é descrito como o desejo de arrojar-se ao conhecimento do bem e do mal, de se tornar “como  deuses”. E vai além

Ler mais

Metafísica da Fala

Por  Romeu Graciano “Os dons da linguagem e da voz são desperdiçados em nossa cultura, incapaz de compreender a refinada arte da conversação. A fala não só é a expressão do pensamento, como também manifesta no mundo da matéria a realidade criada pela mente humana. A situação relatada a seguir aconteceu num grupo de sustentação espiritual da Cidade de São Paulo : ” – Estou no fundo do poço”, resumiu uma das participantes para descrever

Ler mais

Clarice Novaes da Mota – Jurema – Entrevista

Entrevista feita em 2005 Clarisse ingressou na ex-Universidade do Brasil em 1963, curso de Ciências Sociais da Faculdade Nacional de Filosofia, no Rio de Janeiro. Participou do Programa Nacional de Alfabetização do Ministério da Educação, tendo sido treinada pelo Prof. Paulo Freire. Viveu no México em 1964. Nos Estados Unidos em 1965,ingressou na Temple University, formando-se em Psicologia em 1969. Fez Mestrado em Antropologia Social na New School for Social Research, obtendo o grau de

Ler mais

Anthony Henman – Cacto San Pedro – Entrevista

Por: Bia Labate (Entrevista feita em novembro de 2012) O antropólogo Anthony Henman é um desses personagens liminares que nos fazem perguntar: porque levo a vida que tenho? É daquelas pessoas híbridas, cuja identidade cultural é algo imprecisa, do tipo que já virou um pouco nativo (apesar de seus quase 1,90 m de altura e pele rosadinha). Mistura de brasileiro, inglês e argentino, divide seu tempo entre uma casa de campo no País de Gales

Ler mais

Agustin Guzman – Wachuma – Entrevista

Nesta entrevista com Agustín Guzmán Morocho, um xamã peruano especializado no cacto de São Pedro, nome este derivado das suas propriedades que são verdadeiras chaves a abrir-nos as portas do céu. Ele também é guia de turismo esotérico no Peru, Equador e Bolívia, e nesta entrevista nos conta um pouco das suas experiências.” Por: Romeu Graciano Romeu Graciano: Por que você trabalha apenas com o São Pedro?* Agustin Guzman: É a minha especialidade. Só podemos

Ler mais