Cogumelos Mágicos 2

  Fungos alucinógenos têm desempenhado papel importante em varias cerimônias religiosas. os maias que habitavam a Guatemala há 3.500 anos utilizavam um fungo conhecido na língua nahuátl como *Teonanácatl* – a Carne de Deus. Esse Cogumelo provavelmente pertence ao Gênero Psilocybe, embora também possa ser relacionada a duas outras variedades: Conocybe ou Stropharia. O primeiro registro histórico do consumo do cogumelo Psilocybe data de 1502, durante a coroação do imperador Montezuma. Despreparados e assustados pelos

Ler mais

Tabaco / Rapé

  O TABACO O Tabaco é uma planta forte, consideradada como uma “planta de poder” (ou relacionada com o uso de outras destas), de caráter mágica, originária das Ameríndias justamente. Assim, quando os companheiros de Cristovão Colombo desembarcaram em 1492 na ilha de Cuba, eles viram com curiosidade os indígenas fumarem pelas narinas curiosos cilindros de folhas enroladas…eram os ancestrais dos “havanas”. Intrigados, eles quiseram imitar os índios e na sua volta  na Espanha foram

Ler mais

Canção e Prece do Tabaco

Canção do TABACO Poder do Fogo E da terra aqui chegou No aroma desta Força Vegetal O sagrado fumo vai purificar Bons espíritos eu venho invocar Sopram ventos em todas as direções Na união de todas as Nossas Relações OH Grande Espírito Com Vos eu vou fumar E meu corpo contra o mal vai  se fechar A fumaça do tabaco se espalhou O poder do Fogo aqui manifestou O Caminho do Sagrado se mostrou Entre

Ler mais

Iboga

Por Bia Labate Afrique Aterrizei no aeroporto de Yaounde, capital dos Camarões, com o objetivo de coletar dados sobre uma misteriosa raiz africana a qual se atribui fortes propriedades terapêuticas. A primeira sensação, o bafo quente e pegajoso, é de familiaridade. Os pagne, roupas tradicionais usadas pelos negros, fazem-nos sentir por um momento em Salvador mas logo se percebe que não é bem “a mesma coisa”. Bastam poucas horas para que todas os nossos referencias

Ler mais

Êxtase Xamânico

A supressão do fascínio natural que sentem os seres humanos pelos estados alterados de consciência está ligada de forma íntima e causal com a atual situação de perigo em que se encontra toda a vida na terra. Ao suprimirmos o acesso ao êxtase xamânico, represamos as refrescantes águas emocionais que fluem de um relacionamento profundamente ligado, quase simbiótico, com a terra. Em consequência disso desenvolvem-se e perpetuam-se estilos sociais mal adaptados que encorajam a sobrepopulação,

Ler mais

O tabaco – Lendas

Compartilhando este artigo: “As plantas que por suas propriedades de alguma maneira se singularizam, lançam raÍzes, florescem e frutificam no fértil e dilatado campo do mito e da lenda.”* Segundo alguns estudiosos, o tabaco começou a crescer na América há quase uns 8.000 anos. Entretanto, seu consumo está envolto em lendas. De todas, só citarei uma: *O CURUPIRA E O POBRE* Por todo este imenso Brasil, onde se falava o tupi e o guarani, era

Ler mais

Seriam os Deuses Alcalóides

Texto do Pad. Alex Polari, apresentado na ” International Transpersonal Associations Annual Conference “The Technologies of the Sacred” Manaus – Amazonas – Brazil I. Introdução Queremos abordar aqui, através da pergunta título da nossa conferência, um pouco do papel das plantas psicoativas no processo evolucionário da consciência humana e do seu emprego desde a antiguidade como indutor dos estados expandidos ou alterados de consciência. Depois nos deteremos mais detalhadamente na questão da consciência xamânica e

Ler mais

Tabaco

Nicotiana Tabaco & Nicotiana Rústica O tabaco aqui citado, não é industrializado, e sim o Tabaco Xamânico. O Tabaco sempre foi considerado pelos índios como uma Planta de Poder, porém caiu em maus uso pelos brancos, perdendo sua força original e seu poder, sendo usado de forma viviante, responsável por terríveis males no organismo. Trata-se de uma planta ancestral, que caiu em mau uso pelos brancos, e perdeu seu poder original, transformando-se numa substância viciante,

Ler mais

Peyote

O Peiote ( Lophophora Williamsii ) é um pequeno cacto redondo (menos de 12 cm no diâmetro,  uma planta de poder utilizada pelos nativos do México e EUA. O famoso mescalito, dos livros de Castañeda, (derivado da mescalina seu princípio ativo) É o sacramento da Igreja Nativo Americana – NAC (Native American Church ). Segundo Sangirardi Jr., os nomes peyote, peiote, pellote são formas hispanizadas do nome vulgar do cato sagrado dos antigos astecas. Os

Ler mais

O cacto do jaguar

    Nas Américas Central e do Sul é comum a identificação dos xamãs com o jaguar. Um xamã pode se transformar em jaguar e vice-versa. Há índios que pintam o corpo imitando o jaguar, pois assim ganham a força e a destreza do animal. Muitos feiticeiros têm um jaguar doméstico a seu serviço, como um demônio familiar. É a onça feroz e gigantesca das Américas, mágica e religiosa. Em achados arqueológicos da Guatemala, as

Ler mais

Wachuma – San Pedro

  O nome quéchua do cacto  é Wachuma.  O nome San Pedro, lhe é atribuído por dar ao iniciado a chave para entrar no Céu. Trata-se de um cacto que chega a atingir a mais de dois metros de altura, tendo a mescalina (Peiote) como princípio ativo. Tem sido utilizado há séculos pelos índios do Peru e do Equador. É conhecido por xamãs por estar sempre em harmonia  com os poderes dos animais, de seres

Ler mais

Salve a Salvia

Texto de Christian Scherf Salvia divinorum é uma espécie do gênero Salvia. Existem aproximadamente 1000 espécies no mundo, mas apenas a Salvia Divinorum é a espécie conhecida que induz visões. A Salvia é um membro de uma grande família de plantas conhecidas como Labiatae. A menta e o orégano também são membros desta família. Salvia Divinorum é uma bonita planta para casa, a suas flores roxas são muito bonitas, podendo ser cultivada somente por isto,

Ler mais

Salvia Divinorum

A MARIA PASTORA A Salvia Divinorum pertence à família das sálvias ou mentas. É um arbusto silvestre que chega a medir aproximadamente um metro de altura, sua folhas são ovaladas e chegam a quinze centímetros. Possue folhas com coroas brancas e cálices púrpuras. É original de Oaxaca, México e era cultivada pelos mazatecas para adivinhações e  cura. Para alguns índios era associada com a Virgem Maria de Guadalupe. Um antropólogo da década de trinta, Jean

Ler mais

Cannabis – Por que é Proibida? – parte 1

Transcrição da Matéria: Poucos assuntos dão margem a tanta mentira, tanta deturpação, tanta desinformação. Afinal, quais os verdadeiros motivos por trás da proibição da maconha? A droga faz mal ou não? Por que a maconha é proibida? Porque faz mal à saúde. Será mesmo? Então, por que o bacon não é proibido? Ou as anfetaminas? E, diga-se de passagem, nenhum mal sério à saúde foi comprovado para o uso esporádico de maconha. A guerra contra

Ler mais

Cannabis – Por que é proibida? – parte 2

Transcrição da Matéria: Afinal, quais os verdadeiros motivos por trás da proibição da maconha? A droga faz mal ou não? MACONHA FAZ MAL? Taí uma pergunta que vem sendo feita faz tempo. Depois de mais de um século de pesquisas, a resposta mais honesta é: faz, mas muito pouco e só para casos extremos. O uso moderado não faz mal. A preocupação da ciência com esse assunto começou em 1894, quando a Índia fazia parte

Ler mais

Folhas e Plantas Mágicas

Inúmeros vegetais têm, para os Maués, forças mágicas, enquanto outros estão ligados “a sua organização tribal, aparecendo na denominação de seus clãs. Para afastar a Mãe-da-Doença, os índios Maués, costumam pintar-se com sumo de jenipapo e de urucum. Para que suas armas de caça e utensílios de pesca mantenham suas propriedades mágicas, costumam banhá-las com água de uma planta do igapó, denominada “jasmim de lontra”, depois de cuidadosa maceração. A vassourinha é usada, com cachaça, em fricções,

Ler mais

Canabis – Dr. Drauzio – Entrevista

  *Dr. Drauzio Varella entrevista Dr. Elisaldo Carlini é médico psicofarmacologista e trabalha no CEBRID, Centro Brasileiro de Informação sobre Drogas, e é professor da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo.* Extraído do site https://drauziovarella.uol.com.br/entrevistas-2/maconha/ Embora do ponto de vista científico não esteja claro que a maconha possa provocar dependência química, não existe consenso popular da existência ou não dessa dependência. Muitos defendem tratar-se de uma droga que não vicia e

Ler mais

Considerações sobre Plantas de poder

  CONSIDERAÇÕES SOBRE PLANTAS DE PODER Acredita-se que há 3 milhões de anos  atrás o homem se destacava de outros primatas, numa lenta jornada em busca de si mesmo.  Neste período o cérebro triplicou o seu peso. Mas segundo a ciência foi há 500.000 anos que se formou o neocórtex, onde a consciência humana, que era nebulosa ganhava amais nitidez. O neocórtex está relacionado com o raciocínio abstrato. Nos últimos cem mil anos o processo

Ler mais

Datura

Datura é um nome genérico que abrange várias espécies. A mais conhecida é a *Datura Stramonium*. No Brasil é conhecida como Trombeteira, Lírio. No Perú é também conhecida como Floripôndio ou Tóe. É utilizada desde a antiguidade, citada até na obra de Homero “Odisséia” . Conta que Ulisses chegou à ilha habitada pela ninfa Circe, esta deu de beber à tripulação uma poção, para que os marujos pudessem esquecer de sua terra natal. Na Idade

Ler mais

Jurema Rainha

  A Recriação Contemporânea de um Mito Dentre os estudos da antropologia brasileira, a Jurema ocupa um lugar singular. O próprio termo comporta denotações múltiplas, que são associadas em um simbolismo complexo. Além do sentido botânico (1), a palavra Jurema designa ainda pelos menos três outros significados: Preparado líquido à base de elementos do vegetal, de uso medicinal ou místico, externo e interno, como a bebida sagrada, “vinho da Jurema”; cerimônia mágico-religiosa, liderada por pajés,

Ler mais