Rádio Cipó | Tocando agora:
comprar cd

Falsos mensageiros: A consciência das palavras

Wagner Frota – Jaguar Dourado

Falsos mensageiros: A consciência das palavras

Tenho visto e notado pelo mundo holístico que cada dia mais surgem novos terapeutas com praticas xamânicas, wiccanianas, druídicas, entre outras mais. Basta abrirmos qualquer jornal ou revista de terapia alternativa para encontrarmos cada dia mais um número maior de terapeutas que estão surgindo. Acredito que a espaço para todos, mas gostaria que todos passassem a procurar identificar entre eles, aquele que realmente são terapeutas e não picaretas. Desculpe-me a palavra, mas não encontro outra para definir as pessoas que usam a ingenuidade de pacientes, que na sua maioria são leigos e não conhecem o terreno que estão entrando e pedindo ajuda. Muitos caem nas mãos de pessoas sérias que passaram anos estudando as técnicas que utilizam para curar e auxiliar aqueles que vem lhe pedir socorro. Mas cada dia mais, um grupo de pessoas, vai parar em mãos erradas que só querem enganar os seus pacientes, arrancando-lhe dinheiro com sessões semanais, quando não diárias.

Nós que trabalhamos como Terapeutas Holísticos ou Alternativos, constantemente estamos expostos a opiniões e julgamentos de outras correntes, que nos dão os adjetivos de loucos, falsos profetas, picaretas, entre tantos outros adjetivos. E essas pessoas que não estudaram devidamente o Caminho terapêutico que estão exercendo, não ajudam em nada a eliminarmos esses adjetivos do qual somos tachados.

Gostaria de lembrar a todos que não é porque alguém fez um workshop de Xamanismo que passou a ser um Xamã. Não existe um curso “Torne-se um Xamã ou um Bruxo”. Se alguém fez algum curso desse, eu lamento dizer, mas essa pessoa foi enganada e provavelmente jogou dinheiro fora.

O xamanismo é um caminho, que para ser bem compreendido tem ser trilhado durante anos. O mesmo se dá com aqueles que seguem a Religião da Deusa. Tenho um amigo que sempre diz que há uma grande diferença entre estudar o caminho, conhecer um caminho e trilhar o caminho. No Caminho que percorro, costumo sempre procurar ver, sentir os sinais e ouvir os animais, as árvores e as pedras, antes de começar a trabalhar com uma pessoa no Caminho Sagrado. Afinal, esse é um caminho árduo e cheio de desprendimento, pois vivemos em função da cura de nós mesmos e da comunidade em que vivemos, e só aqueles que têm o coração puro e uma grande força de vontade pode realmente trilhar esse caminho.

Como vocês podem ver, o Caminho Sagrado não é para qualquer um. Creio que o mesmo deva ocorrer com outros caminhos. As Bruxas foram perseguidas durantes séculos devido à ignorância de nações governadas por mentes que só se interessavam pelo seu próprio bem através do poder que tinha e queria manter a todo custo. Mas felizmente, graças a Deusa, hoje estão renascendo com uma vitalidade maior, resgatando a sacralidade do princípio feminino, reverenciando os aspectos e atributos da Grande Mãe no seu dia a dia.

Peço a você que estão lendo esse texto, que fiquem de olhos abertos com os “Falsos Mensageiros” que se aproveitam do estado de espírito de pessoas que na maioria das vezes encontram-se em estado de aflição, a procura de palavras amigas e de um tratamento sério de purificação, alinhamento dos chackras, de um resgate de alma ou de seu animal de poder. Não cabe a nós julgarmos ninguém, seria sempre bom primeiro nos olharmos nos espelhos antes de qualquer julgamento, mas lembrem-se, que através de nossos atos, podemos ensinar muito a outras pessoas.

Vale a pena lembrar aos xamãs e bruxos que transmitem os ensinamentos e conhecimentos que aprenderam através de muito estudo durante anos. Que partilhem esses conhecimentos somente com aquelas pessoas que se apresentarem com impecáveis intenções e pureza de objetivos. Quando falo em partilhar eu também quero dizer, que não devemos iniciar todos aqueles que nos procuram. A Iniciação se dá no momento certo, eu sempre tenho o costume de dizer que o próprio “aprendiz” se auto-inicia, pois esta é uma Jornada Interior. Devemos observar esses aprendizes, e só depois de termos certeza de seus propósitos, façamos a cerimônia de Iniciação auxiliando-os a despertarem uma visão, que possibilitem a eles descobrir o divino que há em nós e, com isso, restabelecer nossa conexão com a natureza e com o mistério do cosmo, adquirindo capacidade e sabedoria para utiliza-los.

Geralmente pelo que eu pude observar nesses anos de estudo no Caminho Sagrado, poucos conseguem ir além da jornada de iniciação. Líderes Espirituais verdadeiros são raros. E raros também são as pessoas de conhecimentos, no meu caso, eu posso contar nos dedos das duas mãos essas pessoas. Não quero dizer que não existam mais do que cinco Líderes Espirituais, mas eu nesses anos de estrada só conheço esse número. Muitos dos que trilharam essa estrada pararam no meio do caminho, e ficaram satisfeitos em se tornar curadores. Converteram-se em mestres do seu próprio caminho. E há aqueles que são seduzidos pelo poder. Começam a cair sob o fascínio de seu próprio poder, seduzido por sua própria pessoa. Perdem-se durante o trajeto. E a jornada pode durar pelo resto de suas vidas.

Gostaria de lembrar a todos uma pequena frase, mais profundamente verdadeira dentro dos Caminhos da Magia: “A semeadura não é obrigatória, mas certamente iremos realizar a colheita.” Então irmãos e irmãs tenhamos muito cuidado, pois da mesma maneira que recebemos o poder, ele nos pode ser tirado. Como vocês podem ver existem muitas trilhas pelo Caminho, cabe a nós escolhermos o qual devemos seguir. Nós que trabalhamos com as Rodas da Medicina dos povos nativos, aprendemos a nos desprender de nosso passado, a enfrentamos nossos medos, a termos auto-controle, a nos harmonizarmos interiormente, a aceitarmos a dádiva da visão e a tarefa de melhor exercitá-la, a fim de criar um mundo ecologicamente melhor, e, individualmente sonhar com as possibilidades futuras de cura de Nós e da Mãe Terra.

Vida Plena!

Wagner Frota – Jaguar Dourado

www.xamanismo.com

ENTRE EM CONTATO

Envie um e-mail para a equipe do Site




©Desenvolvido por Agência Rumi

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?