Cultos aos Orixás

  Mito Da Criação Olorun, Deus supremo, criou um ser, a partir do ar (que havia no início dos tempos) e das primeiras águas. Esse ser encantado, que era todo branco e muito poderoso, foi chamado Oxalá. Logo em seguida, criou um outro orixá que possuía o mesmo poder do primeiro, dando-lhe o nome de Nanan. Os dois nasceram da vontade de Olorun de criar o universo. Oxalá passou a representar a essência masculina de

Ler mais

A Deusa Pele

A Casa Da Deusa   A cratera do vulcão Kilauea está localizada no Parque Nacional dos Vulcões, no sudeste da Grande Ilha Havai. Apresenta-se em um espetáculo de poder e grandeza, e é o vulcão mais novo e o mais ativo do arquipélago.   O foco dos abalos sísmicos registrados são no poço de fogo Halemaumau. O poço é um lago de lava derretida, que borbulha em uma caldeira, com área de 10 Km2, no

Ler mais

Pahu – Tambor – Som de Poder

  É instrumento de percussão e um símbolo sagrado de poder Os havaianos descendem de antigos polinésios e sua rica cultura foi criada através de gerações no Havai. O Pahu, tambor havaiano, é feito de madeira e coberto com pele de tubarão. Usado desde tempos remotos, é um típico instrumento ritual e tradicional de musica e dança. A música por ele produzida representa os princípios fundamentais dos havaianos, a percepção do tempo e a sincronização

Ler mais

Kahi – Centros de força

Fios AKA: Fios de conexão da substância do corpo sombreado (*Kino Aka*). Nele pode transitar a força vital (*Mana*). É empregado no seu escoamento, as formas Pensamentos, orações, preces para a cura, etc. No desenho o *Fio Aka* está indicando a sequência da *Preçe-Ação*. *Formas pensamento*: São Formas dadas por pensamentos a uma porção de essência elemental   Kahi – Os Centros de Força Na tradição e prática de cura dos Kahunas, identifica-se quatorze pontos

Ler mais

Huna – O Segredo

  XAMANISMO HAVAIANO O termo Xamã pode ter-se originado da palavra SAMAN, do povo Tungu da Sibéria. Significa “alguém que está exaltado, comovido, elevado”. Por outro lado pode ter suas raízes, num antigo vocábulo Hindu, que significa “aquele que pratica austeridade”. Hoje este termo e muito usado pelos sacerdotes, pajés e Kahunas ou seja todos aqueles que trabalham ligados com as antigas tradições em contato direto com a natureza. Nas ilhas havaianas Xamãs/Kahunas eram guardiães

Ler mais