Disfarces do medo

O medo é um lugar onde o amor ainda não foi descoberto

Sanaya Roman

O medo freqüentemente aparece disfarçado de razões lógicas e racionais acerca ds motivos pelos quais algum coisa não pode ser feita. Às vezes, ele se manifesta na forma de uma sensação de que a outra pessoa está tentando deter o seu progresso. Existem muitas maneiras de disfarçar o medo – colocar a culpa nos outros; recusar-se a assumir uma responsabilidade; concluir que você não é capaz de fazer alguma coisa e que , portanto, não há motivo para tentar; ficar irritado; desistir; e muitas outras. Quais são os meios que você usa para encobrir o medo?

Se você perceber que está agindo assim, a primeira providência a tomar é reconhecer que o medo é o motivo pelo qual você está evitando algo ou se sentindo constrangido em relação a si mesmo ou a uma outra pessoa, e que esse é um aspecto da sua vida que requer o seu amor incondicional. O amor faz parte de você, não se recrimine por isso.

Esteja disposto a olhar diretamente para aquilo que você está evitando. Você não tem do que se desculpar, bancar o durão ou achar que é uma pessoa ruim Uma vez reconhecido o seu medo, torna-se muito mais fácil lidar com ele. Somente quando você o encobre é que ele pode criar isolamento e dor.

Uma maneira de descobrir o medo é analisar a fundo o que você quer criar mas receia não poder faze-lo, é relacionar todos os motivos pelos quais você pode criar aquilo que quer.

Você vai descobrir que o medo se dissolve à luz da consciência. O amor é como o sol quente brilhando sobre o gelo; ele derrete e dissolve quaisquer obstáculos; quaisquer áreas onde haja sofrimento. Assim como o gelo, os seus temores vão derreter e evaporar.

Quando você se vir reagindo às outras pessoas com medo e não com amor e, quem sabe, afastando-se delas, com medo de que o rejeitem, de que o recriminem ou que exijam demais de você, agradeça a si mesmo por tomar consciência do medo. Ame essa parte de si mesmo por tomar consciência do medo. Ame essa parte de si que está com medo e, depois, comece a irradiar amor incondicional.

Ao assumir uma postura crítica julgando as outras pessoas, você passa a ser mais intensamente afetado pela energia que elas irradiam. Se olhar para as pessoas e pensar: “Elas deveriam trabalhar mais e agir de comum acordo”, esses pensamentos vão atrair energia negativa para você. Aquilo que você vê nas pessoas é o que você começa a sentir nelas, pois, ao se concentrar em alguma coisa, você a atrai para perto de si. Aquilo que você teme será atraído por você. Entre em contato com essa bondosa e terna parte de você mesmo – o se Eu Mais elevado e sábio – que o ensina a ser mais amoroso.

Quando perceber os obstáculos ou barreiras entre você e as outras pessoas, este é um sinal que você precisa irradiar mais amor para ela e para si mesmo. Ainda que prefira não viver com essas pessoas ou não tê-las por perto o tempo todo, mesmo assim elas serão beneficiadas pelo amor que você irradiar. Alguns tentam transmitir uma falsa impressão de força e coragem, agindo de uma maneira que diz : “Não serei vulnerável e não permitirei que me firam” Todavia, essa atitude gera medo e sofrimento, atraindo uma reação ainda mais negativa das outras pessoas – o que, por sua vez, requer uma fachada ainda mais destemida.

Observe as ocasiões em que você quis fechar seu coração, as vezes em que você diz : “Para mim, basta! Essa pessoa não é afetuosa o suficiente para mim. Acho que vou cair fora – em qualquer relacionamento, por mais longo e sólido que seja, manter o coração aberto será sempre um desafio. De outra maneira você aprenderia a desenvolver o amor incondicional a não ser investindo contra todas aquelas áreas em que você fechou seu coração ? Doravante, sempre que se sentir propenso a fechar seu coração, você terá a oportunidade de estabelecer um novo padrão e, assim, mantê-lo aberto. Você ainda poderá optar por romper o relacionamento ou modificar a sua natureza mas, em qualquer dos casos, terá a possibilidade de faze-lo com amor. Talvez você acredite que os melhores amigos são aqueles que nunca o desafiam, que nunca o fazem querem fechar o coração; contudo, se você estiver acompanhado de pessoas que nunca o desafiam a permanecer aberto e afetuoso, você não estará realmente ligado à elas pelo amor.

O coração sempre está às voltas com a necessidade de confiar, de se abrir e de alcançar altos níveis de aceitação e compreensão por parte de todos.

ENTRE EM CONTATO

Envie um e-mail para a equipe do Site




©Desenvolvido por Agência Rumi

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?