Tipos do Eneagrama – Questionário

Questionários dos tipos

Também estes questionários não dispensam os cursos de Eneagrama, onde poderá obter a vivência, que é fundamental, e a orientação de facilitadores especializados no assunto.

Use este material como um primeiro contato para saber mais sobre sí mesmo.

Montei esses quadros à partir da seguinte Bibliografia:

Apostila do curso “Eneagrama”, que fiz com Alaor Passos

Qual é o meu tipo? Eneagrama – Um estudo dos 9 tipos de personalidade humana – Hurley & Dobson – Ed. Mercuryo

Os Segredos das Pessoas – Pedro Alípio – Editora Gente

O Eneagrama – As Nove Faces da Alma – Richard Rohr e Andreas Ebert – Editora Vozes

O Eneagrama – Compreendendo-se a si mesmo e aos outros em sua vida – Helen Palmer – Editora Paulinas

Na Leitura dos 9 quadros. Você deverá sentir em qual quadro se encaixa melhor. É óbvio que você identificará partes de você em vários quadros, assim como você não se identificará com algumas afirmações do quadro que você escolheu. O mais importante é ver com qual mais identifica sua forma de pensar, agir, ser. Todos os quadros apresentam aspectos positivos e a serem desenvolvidos.

Índice

Tipo 1 A Ira

Você pensa continuamente sobre maneiras melhores de como poderia ter feito algo, ou maneiras mais vantajosas de como você poderia ter respondido a uma pessoa ou a uma situação?

Ha uma voz mental que critica tudo o que você faz e muitas coisas que outras pessoas fazem?

Você teve que sacrificar muitas vezes seus desejos ou oportunidades porque pessoas próximas a você são mais falantes ou mais agressivas quantas as necessidades delas, ou por• que elas tem necessidades que parecem prioritárias?

Você faz listas de “O que devo fazer” para você mesmo e para os outros?

Quando você esta trabalhando num projeto, as interrupções quebram sua concentração nos detalhes e engatilham um “fogo lento” de raiva?

Você acha que se esforça bastante em tudo na vida e muitas vezes gostaria de ser mais calmo e sossegado?

Você se sente revoltado contra pessoas que estão sempre carentes ou procuram uma “carona grátis” na vida e critica silenciosamente por não assumirem a própria vida?

Quando planeja fazer uma compra, você ignora a pessoa que tenta te mostrar um bom negocio e procura alguém que te dará a informação de que precisa e deixara que você mesmo decida?

Você se pega constantemente refazendo tarefas porque outros falharam em executá-las corretamente da primeira vez?

Frases comuns:

  • Gosto de ter minhas coisas organizadas e arrumadas do meu jeito.
  • Fico aborrecido quando vejo que as coisas não são como deveriam ser.
  • Sempre me culpo por não ter feito o melhor.
  • A mínima falha pode arruinar a coisa toda para mim.
  • Tenho dificuldade em relaxar e ser brincalhão.
  • Freqüentemente, vozes que me criticam ressoam na minha cabeça.
  • Pareço preocupar-me mais do que as outras pessoas.
  • Acho que sou prático, realista e razoável no pensar.
  • Com freqüência me apresso. Não tenho muito tempo para tudo o que preciso fazer.
  • Preciso sentir-me responsável a maior parte do tempo.
  • Se uma coisa não esta direita, real mente me incomoda.
  • Sinto-me compelido a melhorar o que estou fazendo.
  • Preciso ser perfeito para ser amado e valorizado.
  • Sinto-me frustrado porque nem eu nem os outros somos o que deveríamos ser.
  • Vejo as coisas em termos de certo ou errado, bom ou mau.

Algumas características

Exigente, autocrítico, severo, valoriza mais o dever que o prazer, sentimento de ser mais educado, metódico, organizado, perfeccionista, sentido do correto, do justo e da medida certa, ideologia corretiva, sente falta de espontaneidade, justiceiro, dominante, intolerante, rígido, bem intencionado, moralista, ressentido, agressividade controlada, , raramente explosiva, busca as palavras precisas, nega agressividade com ideologia pacifista, cabeça dura, escrupuloso; uincorruptível, critico

Idealista, movida por grande desejo de um mundo de verdade, justiça e ordem moral. Leal, amigo e pode animar os outros a trabalharem a própria personalidade e a crescerem para além de si mesmos.

Pode ser um bom líder e professor que se esforça para dar bom exemplo. Tem dificuldade de aceitar as próprias imperfeições e dos outros. Só quando está bem à vontade consegue conviver num ambiente imperfeito e confiar no crescimento do bem.

Sente que a vida e as pessoas não são como deveriam ser,. Sente uma atração especial para a vida religiosa. Responsável e cumpridor dos deveres. Gosta de ser pontual, acho isso imprescindível. È serio por natureza, descansa só quando tem a sensação de ter cumprido a tarefa. Sente que sempre tem algo que precisa ser melhorado. Gosta de ter sempre algo a oferecer aos visitantes. Sente que precisa de oração para ser feliz neste mundo. Irrita-se quando alguém te pede para acalmar. Não aceita a irritação. Gosta de ser objetivo. È amigo da natureza. Gosta de tudo o que é verde, que cresce e floresce. Tem tendência para aderir movimentos ecológicos.

( ) Freqüentemente me incomodo porque as coisas e pessoas não são como deveriam. ( ) Em geral, um último e até pequeno, detalhe pode estragar tudo para mim. ( ) Acho que poderia relaxar, brincar mais, às vezes, percebo-me muito sério. ( ) Sinto que analiso as coisas em termos de bom ou mau, certo ou errado. ( ) Ocupado, interrupções quebram minha concentração e, interiormente, me enraivecem.

Peocupações

  • Padrões internos de correção que podem se tornar puritanamente exigentes.
  • Fluxo de pensamentos autocríticos.
  • Uma necessidade de agir de acordo com o que parece correto.
  • Fazer a coisa certa.
  • Uma crença na própria superioridade ética moral. As melhores pessoas. Os dez
  • por cento do topo, os que fazem a coisa certa.
  • Dificuldade em reconhecer necessidades reais que não estejam em
  • conformidade com os padrões de correção.
  • Comparação mental com os outros: “Sou melhor ou pior do que eles?”
  • Preocupação com a crítica alheia: “Eles estão me julgando?”
  • Adiamento da decisão por medo de cometer erros.
  • Reformadores do mundo. Transferência da raiva gerada pela não-satisfação de
  • necessidades para aquilo que parece ser um alvo externo legítimo.
  • A emergência de duas personalidades: a personalidade séria, que vive em
  • casa, e a lúdica, que desponta longe de casa.
  • Um modo de prestar atenção que se baseia na correção de erros e que pode

Tipo 2 O Orgulho

Você é tão sensível e suscetível à dor das pessoas a sua volta que os outros chegam a chamá-lo de “leitor da mente” ou médium?

Você acha difícil limitar o dispêndio de tempo ou energia quando os outros parecem precisar de você?

Você luta com a organização de sua vida pessoal – começando vários projetos, mas tendo a dificuldade de concluir a maior parte deles?

É difícil para você julgar quanto tempo é adequado para que você mesmo ou os outros cuidem de suas necessidades pessoais sem cair no egoísmo?

Você é uma pessoa flexível, condescendente, que quase nunca encontra respostas totalmente certas ou totalmente erradas para os problemas da vida?

Nos relacionamentos pessoais, seu empenho em encontrar maneiras criativas de expressar afeições colide com um ressentimento de não estar sendo reconhecido por seus esforços?

Você fica logo agitado ou esgotado quando realiza tarefas que enfocam assuntos teóricos, objetivos, destituídos de qualquer dimensão interpessoal?

Em qualquer lugar que esteja – no trabalho, nas compras, em férias, num restaurante, numa festa – você parece atrair as pessoas, mesmo os completamente estranhos, que abrem o coração ou contam histórias de suas vidas?

Você se sente pessoalmente realizado ao ajudar os outros e alcançar seus objetivos?

Frases comuns:

  • Muitas pessoas dependem de minha ajuda e minha generosidade
  • Sinto mais orgulho de servir aos outros do que qualquer outra coisa
  • Necessito ser importante na vida dos outros. Gosto que as pessoas precisem de mim
  • Normalmente elogio a outra pessoa
  • Gosto de ajudar pessoas quando as vejo com problemas, numa situação embaraçosa.
  • Sou compelido a ajudar outras pessoas, quer elas queiram ou não
  • As pessoas vêm a mim por uma palavra de consolo ou um conselho.
  • Não sinto que tenha tanta necessidade como os demais.
  • As vezes sinto que os outros não me apreciam por aquilo que fiz por eles
  • Gosto de me sentir próximo das pessoas.
  • Às vezes me sinto enganado pelas pessoas, como se tivesse sido usado por elas.
  • Amar e ser amado são as coisas mais importantes da vida
  • Nos relacionamentos, sou o primeiro a tentar superar obstáculos
  • Sinto que mereço ser o primeiro na vida de alguém, por tudo o que fiz por ele (ela)
  • Falo com meus amigos com mais freqüência do que eles comigo.

Algumas características

Rebelde, não submisso, super-protetor, sensiilidade na pele (carinho, aconchego), impaciente, voluntarioso, bondoso, carinhoso, atrevido, impulsivo, altivo, imaginativo, fantasioso, exagerado, emocional, dramático, teatral, orgulhoso, seguro de si, não convencional, carente de carinho, empático, sedutor, aventureiro, impulsivo, inconseqüente, atração pelo luxo, possessivo, carinhoso auto-adulador.

Coloca seus dons a serviço das necessidades dos outros e se preocupa com a saúde, alimentação, educação e bem-estar deles. Irradia certo grau de aceitação e valorização, o que pode ajudar os outros a acreditarem em seu próprio valor.

É solidário com aqueles que precisam suportar sofrimentos, dor ou conflitos e passa-lhes a sensação de que alguém se preocupa com eles e os aceita..

Precisa de um lugar de sossego e objetividade, onde possa estar sózinho

( ) Eu sou, acima de tudo orgulhoso do que faço para os outros. ( ) É bom sentir-me importante na vida de outros. É gratificante qdo precisam de mim. ( ) Muitas vezes sinto-me atrapalhado pela dependência que os outros têm de mim. ( ) Gosto de sentir-me próximo (íntimo) das pessoas que considero. ( ) Com tempo disponível, geralmente ouço, tentando compreender e ajudar as pessoas.

Peocupações

  • Obter aprovação e evitar a rejeição.
  • Orgulho pela importância de si mesmo nos relacionamentos> “Nunca teriamfeito sem mim”.
  • Orgulho pela satisfação das necessidades alheias. “Não preciso de ninguém,mas todo o mundo precisa de mim”.
  • Confusão entre os inúmeros eus que se desenvolvem a fim de satisfazer nas necessidades alheias.
  • “Cada um de meus amigos requer uma parte diferente de mim”.
  • “Quem é meu verdadeiro eu?”
  • Confusão na identificação de desejos pessoais. “Posso me transformar naquilo que você quiser, mas o que é que eu realmente sinto por você?“
  • Atenção sexual como garantia de aprovação. “Eu não quero dormir com você,
  • mas quero saber que você gostaria de dormir comigo.”
  • Ligação romântica com “o grande homem, com a mulher inspirada”.
  • Luta pela liberdade. Sensação de ser controlado pelas necessidades alheias.
  • Histerismo e raiva quando os desejos e as necessidades reais emergem e entram em conflito com os inúmeros eus que foram criados com o intuito de agradar os outros.
  • Um estilo de atenção que consiste em se alterar para satisfazer as necessidades alheias e que pode levar a
  • Uma relação empática com os sentimentos de outras pessoas, ou a
  • Uma adaptação manipulatória aos desejos dos outros como forma de garantir seu amor.

Tipo 3 A Vaidade

Você as vezes se acha cético ou desconfiado demais porque parece conhecer intuitivamente as motivos ocultos dos outros – especial mente as intenções obscuras, manipuladoras ?

Você é capaz de ser positivo, otimista e animado com os outros, embora, quando a sos consigo mesmo, se sinta pessimista ou desesperançado com sua vida?

Você se resguarda de ficar emocionalmente vulnerável ou dependente demais, até dos que lhe são próximos, porque teme ser manipulado?

Quando seus objetivos não estão claros ou os perde de vista, sua energia se esvai e você acha que a vida se tornou obtusa e maçante de repente?

Para evitar ser rude ou magoar, você finge interesse par uma conversa que está tendo enquanto uma idéia nova ou um importante projeto em andamento come<;a a ocupar sua mente?

Você valoriza os relacionamentos livres e não exigentes, rompendo aqueles que se tornam muito complicados ou tomam muito tempo?

Você e capaz de ocultar num instante seus sentimentos de choque, desapontamento, raiva, embaraço, e assim por diante, ate que possa lidar com eles na privacidade?

Você tende a pecar mais par falta do que por excesso no que você diz?

É difícil você reservar um tempo para si mesmo, relaxar ou “fazer nada” quando ha ainda projetos inacabados?

Frases comuns:

  • Gosto de trabalhar com precisão e profissionalismo.
  • A palavra sucesso significa muito para mim.
  • Gosto de ter metas definidas e saber quais as minhas chances de alcançá-las.
  • Gosto de mapas de estatísticas, ou outras indicações, para saber como estou progredindo.
  • Sou invejado pelo muito que já consegui.
  • Para mim, não e problema tomar decisões.
  • Projetar uma imagem bem-sucedida é muito importante.
  • Do passado, prefiro me lembrar mais do que fiz bem e de forma correta a me lembrar daquilo que fiz mal e incorretamente.
  • Odeio quando dizem que o que estou fazendo não funciona.
  • Prefiro trabalhar em organizações que demandam mudanças a trabalhar nas que requerem continuidade.
  • Identifico-me tanto com o trabalho que chego a esquecer minhas necessidades pessoais.
  • Acho a aparência de uma pessoa muito importante.
  • Acho que preciso realizar muito para que as pessoas me notem.
  • Sou o tipo de pessoa com energia positiva.
  • A segurança material e financeira e fundamental na minha vida.

Algumas características

Alerta, ligado, desejo de sobressair, eficiente, ativo. Brilhante, boa presença; progressista. Valorização da eficiência e dos resultados; afetado no trato; tendência a aparentar: busca do êxito e do brilho; intolerância no fracasso; desejo de agradar; superficialidade, conflitos de identidade: identificação com os valores da situação ou da moda majoritária; superficialmente empático; independente e controlador; racional, calculista;usa a sedução para o enaltecimento do próprio valor.

Irradia muitas vezes uma desenvoltura que desperta confiança e segurança, fazendo-o difundir uma atmosfera positiva. Acha fácil realizar tarefas com eficiência e competência, fixar metas para si e atingi-las, assim como entusiasmar, motivar e capacitar outras pessoas a progredirem também.

Tem um sexto sentido para avaliação de tarefas e para a dionâmica do trabalho em grupos. Indentifica-se com o que trabalha e tem aptidão para criar um om clima de trabalho.

Devido à convicção que irradia e a força de seus argumentos, consegue grande influência em levar a bom termo projetos em que acredita.

( ) Sucesso é uma palavra importante para mim, prefiro não enfatizar fracassos. ( ) Considero que projetar uma imagem de sucesso é tão importante quanto atingi-lo. ( ) Odeio quando me dizem que alguma coisa que estou fazendo não está funcionando. ( ) Sei que preciso de várias realizações para que as pessoas possam me notar e admirar. ( ) Posso mostrar-me otimista e animado em grupo mesmo, no fundo, não estando.

Preocupações

  • Identificação com realização e desempenho.
  • Eficiência.
  • Competição e impedimento do fracasso.
  • A crença de que o amor vem daquilo que você produz e não daquilo que você é.
  • Atenção seletiva a tudo o que seja positivo. Dessintonia dos negativos.
  • Pouco acesso a sentimentos pessoais. Emoções são suspensas enquanto se está em atividade.
  • Apresentação de uma imagem que é ajustada para ganhar aprovação.
  • Personalidade pública muito visível.
  • Confusão entre o eu real e as características adequadas a seu papel ou trabalho.
  • Uma forma de prestar atenção denominada pensamento convergente, em que uma mente com múltiplas trilhas se concentra numa única meta.
  • Ajustagem intuitiva da apresentação pessoal, muitas vezes ao ponto de acreditar que a imagem é o verdadeiro eu.

Tipo 4 A Inveja

Você diria que estar com as pessoas, alimentar relacionamentos pessoais e ser intensamente leal para com as pessoas que você ama são os dons inatos que trazem o maior prazer e significado para sua vida?

Mesmo nos seus relacionamentos mais íntimos, o medo da perda ou do abandono faz com que você lute contra sentimentos de inveja ou possessividade?

Você tende a evitar ou a adiar tarefas que requerem concentração em detalhes ou na papelada, achando-as tediosas e deprimentes?

Quando te apresentam um plano, uma idéia ou um projeto novo, você sente que e importante reconhecer as falhas primeiro, de maneira que as possibilidades não se tornem irrealistas e, portanto, não causem desapontamento?

Você expressa melhor seu senso de significado e propósito de vida através dos símbolos, historias e tradições que o ligam com as pessoas, sua própria fé ou com a sua própria vida em geral?

Você tem gasto muito tempo e energia para entender o significado e o curso de sua própria vida, na esperança de entender o propósito de estar nesta terra?

Quando você vivencia a beleza da natureza – por exemplo, um pôr-do-sol ou uma flor desabrochando – você se liga a algo espiritual e ate sente as vezes que seu coração esta preste a explodir por causa da maravilha da Criação?

Você sente freqüentemente tantas emoções ao mesmo tempo que se confunde quanto a qual expressar primeiro e como organizar seus pensamentos?

Você se sente atraído pelas coisas inesperadas e incomuns da vida – em matéria de roupas, alimento, amigos, arte, decoração?

Frases comuns:

  • A maioria das pessoas não aprecia a verdadeira beleza da vida
  • Sinto uma nostalgia compulsiva de meu passado.
  • Tento parecer casual e natural.
  • As outras pessoas não sentem tão profundamente quanto eu.
  • As outras pessoas não têm a capacidade de entender como me sinto.
  • Gosto de fazer as coisas corretamente e com classe.
  • Gosto muito de teatro ou cinema e me imagino em cena.
  • Boas maneiras e bom gosto são importantes para mim.
  • Não gosto de pensar em mim como uma pessoa comum.
  • Preocupo-me mais do que os outros com o termino de um relacionamento.
  • Não gosto quando dizem o que devo fazer; normal mente faço o oposto.
  • Tento evitar tarefas que exijam detalhes ou papeladas, tediosas e deprimentes.
  • Vivo me preocupando com o significado e o propósito da vida.

Algumas características:

Culpa, auto-desvalorizaçao, facilidade de sofrer; frustrado, sensível, intenso; sentimentos densos; insegurança com sentimentos de inferioridade; sentimento de ser especial e necessidade de trato diferente; supervalorização do outro, dependente, sentimentos apegados; nostálgico, queixoso, reclamador, pessimista; sensibilidade artística, refinado;,super sensibilidade ao sentimento de rejeição e abandono, sacrificado, esforçado; auto-compaixao e revolta com a comisera<;ao externa, competitivo, envergonhado. ( ) Tenho uma saudade quase compulsiva do meu passado, vivo pensando nele. ( ) O ambiente ao meu redor é muito importante para mim, quero que seja especial. ( ) Sinto absorver com facilidade os sentimentos de um grupo, a ponto de “perder-me”. ( ) Mesmo nos relacionamentos íntimos, luto contra inveja e ciúmes para não ficar só. ( ) Às vezes sinto tantas emoções ao mesmo tempo, que me confundo para expressá-las.

Utiliza seus dons para despertar no meio ambiente o sentido do elo e da harmonia. É altamente sensível e possui, quase sempre, dotes artísticos de forma que sabe exprimir seus sentimentos na dança, musica, pintura, teatro ou literatura.

Tudo que possui energia vital o atrai capta com precisão as emoções e sentimentos dos outros e a atmosfera presente em lugares e acontecimentos

É ecumênico por natureza. Não aceita a divisão do mundo entre sacro e profano. Possui o dom de ajudar os outros a desenvolverem um gosto pelo belo e pelo mundo dos sonhos e símbolos

Preocupações

  • A sensação de alguma coisa faltando à vida. Outros têm o que me falta.
  • Uma atração pelo distante e pelo inalcançável. Idealização do ser amado ausente.
  • Humor cambiante, boas maneiras, luxo e bom gosto como sustentáculos exteriores da auto-estima.
  • Um vínculo com o humor da melancolia. Ter como meta a profundidade do sentimento mais do que a simples felicidade.
  • Impaciência com a “vulgaridade dos sentimentos comuns”. Necessidade de reintensificar os próprios sentimentos através da perda, da imaginação exaltada e dos atos dramáticos.
  • A busca da autenticidade. A sensação de que o presente não é real, de que o verdadeiro eu vai emergir no futuro através da experiência de ser profundamente amado.
  • Uma afinidade com o que é essencial e intenso na vida. Nascimento, sexo,abandono, morte e eventos cataclísmicos.
  • Um hábito oscilatório de atenção. O enfoque se alterna entre os traços negativos do que se tem e os traços positivos do que está distante e é difícil de obter.
  • Uma sensibilidade à emocionalidade e à dor de outras pessoas. Uma capacidade de dar apoio aos outros em crise.

Tipo 5 A Avareza

Você gosta e até precisa de longos períodos de solidão para refletir sobre e analisar as questões importantes da vida?

Você tem uma sede insaciável de novas experiências, novas aventuras ou conhecimento novo, e se aborrece logo com a repetição?

Você geralmente tem um ponto de vista diferente de todas as outras pessoas e fica assombrado com a falta de pensamento racional nas conclusões dos outros?

Você gosta de falar sobre e planejar um projeto durante meses, até anos, mas seu entusiasmo se esvai com a perspectiva de começar o trabalho árduo ou quando se põe a executá-lo?

Nos relacionamentos pessoais, você muitas vezes se sente frustrado e se retrai porque os outros interpretam mal suas intenções?

Você geralmente fica impaciente com as decisões de grupo, fica inquieto e irritado quando os outros tagarelam sem cessar sobre assuntos não relacionados e não importantes?

Você tende a ver o absurdo da vida e gosta de baixar a guarda das pessoas, apontando o ridículo com sagacidade e humor?

Você valoriza bastante o individualismo, a liberdade e o espaço particular, e se interessa de imediato por qualquer coisa nova, inesperada ou inexplorada? As interações sociais de sua vida são iniciadas principalmente pelos outros, mesmo quando você quer ser incluído ou quer alguma forma de comunicação?

Frases comuns:

  • Guardo meus sentimentos para mim mesmo.
  • Intelectualmente gosto de sintetizar e de juntar idéias diferentes.
  • Preciso de muito tempo e espaço privado.
  • Deixo os outros tomar a iniciativa.
  • Prefiro sentar atrás, observar as pessoas e não me envolver.
  • Aprendo melhor pela observação e pela leitura, em vez de pela a pratica.
  • Sou mais quieto do que os outros. As pessoas me perguntam o que estou pensando.
  • Tenho dificuldade de conseguir ou pedir o que necessito.
  • Quando aparece uma publicação nova, gosto de examiná-la primeiro para depois discuti-la com os outros.
  • Gosto do titulo que minha profissão me da (professor, administrador etc.).
  • Tento resolver meus problemas pensando.
  • Gosto de por as coisas em perspectiva, dar um passo atrás e recolher tudo. Se algo me escapa, culpo-me por ser tão simplista e ingênuo.
  • Odeio quando fico sem dinheiro, mas nao me prendo a bens materiais.
  • Quando fico aborrecido, considero os outros e a mim mesmo como tolos.
  • Sou mais um receptor do que um doador.

Algumas características

Distanciamento, controle afetivo; sentimento de torpeza; introvertido, fechado, rebeldia intelectual, concorda por fora e por dentro tem suas opiniões; ingenuidade; sentimentos de culpa e tendência a carregar culpa, pouco envolvimento; evita comprometer-se; tímido, arredio; reservado, independente por dentro; econômico; solitário, meio esquisito; tendência à abstração evitando o concreto, medo de ser tragado, observador.

Pensa antes de agir e possui, aparentemente, uma certa objetividade. É aberto e receptivo a novos fatos e impressões. As pessoas deste tipo são descobridoras de novas idéias, pesquisadoras e inventoras, objetivas, interrogadoras e interessadas em conhecer as coisas em seus detalhes.

É bom ouvinte por escutar com atenção. Com isso pode ajudar outras pessoas a perceberem a realidade. Pode ser provocante, surpreendente e não ortodoxo. Usa seus conhecimentos em busca sabedoria e compreensão. Possui uma força interna serena, é delicado, amável, cortes e terno.

( ) Não sei entrar em “papo furado” muito bem. Prefiro papos com conteúdo. ( ) Tenho tendência para deixar os outros tomarem a iniciativa, prefiro observar. ( ) Tenho dificuldade em pegar ou pedir por aquilo que preciso, acabo me “resolvendo”. ( ) Mal com os outros ou comigo mesmo, penso neles como: tolos, estúpidos idiotas etc. ( ) Aprecio planejar projetos mas, posso perder o “pique” qdo começo a trabalhar neles.

Peocupações

  • Privacidade.
  • Manter o não-envolvimento; retirar-se e apertar o cinto como primeira linha de defesa.
  • O ponto do medo. Tem medo de sentir.
  • Supervalorização do autocontrole. Desviar a atenção dos sentimentos. “O drama é para seres inferiores.”
  • Emoções retardadas. Sentimentos retidos enquanto há outras pessoas presentes. As emoções aparecem mais tarde quando sozinho e em segurança.
  • Compartimentalização. Os compromissos na vida são mantidos separados uns dos outros. Um compartimento por compromisso. Um tempo limitado para cada compartimento.
  • Desejo de previsibilidade. Querer saber de antemão o que vai acontecer.
  • Interesses por conhecimentos específicos e por sistemas analíticos que possam explicar como as pessoas funcionam. Querer um mapa para explicar as emoções.
  • Confusão entre o desapego espiritual e um prematuro bloqueio emocional para afastar o sofrimento. O Buda não iluminado.
  • Um estilo de atenção que consiste em enfocar a vida e a si mesmo a partir do ponto de vista de um observador exterior, o que pode levar a um isolamento em relação aos sentimentos e aos eventos de sua própria vida, e à capacidade de manter um ponto de vista isento de influências emocionais.

Tipo 6 O Medo

Quando você acorda de manha, sente-se animado por ter o dia programado cheio de atividades variadas?

Você se sente mais tranqüilo quando recebe visitas no conforto de seu próprio ambiente, mesmo que isto signifique mais trabalho para você?

Você diria que a dedicação ao lar, a família, ao casamento, e ou a comunidade sac os valores que fundamentam sua vida?

Por ser uma pessoa que leva a serio a responsabilidade, você se ressente e se sente sobrecarregado pelo numero de pessoas que fazem da irresponsabilidade um modo de vida?

Como regra geral, você precisa ouvir as opiniões dos outros – família, amigos, colegas de trabalho – antes de tomar uma decisão?

Tendo fortes opiniões sobre a vida, você desconfia e se perturba com as pessoas que tentam justificar e explicar as “áreas cinzentas”?

Você se sente mais ligado as pessoas que te são importantes quando você está sempre ciente dos detalhes daquilo que esta acontecendo na vida delas?

Você e uma pessoa diligente, organizada que prefere ater-se a uma programação lotada de atividades, mesmo ao ponto de ocupar seu tempo de ferias ou de descanso?

Você teria mais confiança em e lealdade para com uma figura autoritária que impusesse regras especificas do que em relação a uma que fosse flexível e capaz de “nadar conforme a corrente”?

Frases comuns:

  • Sou basicamente uma pessoa de intermediação.
  • Lealdade ao grupo é muito importante para mim.
  • Acho difícil contrariar o que diz a lei.
  • Antes de tomar uma decisão, preciso de informações adicionais para certificar-me de que estou preparado.
  • Levo muito tempo para me decidir, pois preciso explorar inteiramente as opções.
  • Às vezes duvido que eu tenha coragem o bastante para fazer o que precisa ser feito.
  • Freqüentemente sou atacado pela duvida.
  • Gosto de estar inteiramente certo antes de agir.
  • Sem leis estritas é difícil dizer o que as pessoas podem fazer.
  • Gosto de demarcações no trabalho.
  • Demarco lados e questiono de que lado as pessoas estão.
  • Estou atento e sensível as contradições.
  • Prefiro ter as coisas esquematizadas a tê-Ias em aberto.
  • Prudência é uma virtude muito importante para mim.
  • Pareço estar sempre defendendo a mim e a minha posição mais do que as outras pessoas

Algumas características

Culpa, desconfiado e leal; necessidade de segurança para sair da duvida; ambivalência; conflitos internos; sarcástico, irônico; angustia, ansiedade; medo de enganar-se, medo de compromissos afetivos; supervalorizarçao da força e medo de ser frágil e vulnerável; ação inibida pela duvida; defensivo para não sentir-se acovardado; desconfiado, inseguro para envolver-se; impositivo; forte sentimento do dever; precavido, alerta, desconfiado, com antenas ligadas ao perigo oculto.

É colaborador, sabe trabalhar em grupo e é confiável. Num relacionamento é possível crer em sua fidelidade. Suas amizades são marcadas por sentimentos ternos e profundos. Muitas vezes é bastante espirituoso e original , humor cômico e dedica-se de corpo e alma para quem gosta.

Tem senso para o que é possível e impossível, tem um sexto sentido para perigos iminentes.Sabe como vincular a conservação de tradições firmadas à disposição de trilhar novos caminhos.

Muitas vezes se sente atraído por esportes perigosos ou muito competitivos.

Têm capacidade para grandes atos de abnegação em nome do dever ou da responsabilidade com outros. Relativamente desapegado da necessidade de sucesso imediato, é capaz de trabalhar sem a recompensa do reconhecimento público.

( ) Acho muito difícil ir contra o que uma autoridade diz. ( ) Demoro muito para tomar decisões porque quero explorar a fundo todas as opções. ( ) Gosto de estar bastante certo antes de agir e exijo obediência e disciplina. ( ) Parece que percebo perigos e ameaças mais do que os outros, sou bom nisso. ( ) Prudência é uma virtude muito importante para mim.

Preocupações

  • Protelamento da ação. O pensar substitui o fazer.
  • Problemas com trabalho e não-acabamento.
  • Amnésia com respeito ao sucesso e ao prazer.
  • Problemas de autoridade: submeter-se à autoridade ou rebelar-se contra ela.
  • Desconfiança dos motivos de outras pessoas, sobretudo autoridades.
  • Identificação com causas de opressão.
  • Fidelidade e responsabilidade em relação à causa, ao oprimido e ao líder forte.
  • Medo da raiva direta. Atribuição da própria raiva aos outros.
  • Ceticismo e dúvida.
  • Prestar atenção esquadrinhando o ambiente em busca de indícios que possam explicar a sensação íntima de ameaça.
  • Um estilo intuitivo que depende de uma imaginação poderosa e da atenção dirigida a um só ponto, ambas naturais à mente medrosa.

Tipo 7 A Gula

Quando uma situação se toma tensa, você sente um impulso quase incontrolável de rir ou de mostrar o absurdo de tudo aquilo, muitas vezes com uma boa tirada?

Quando você vê ou ouve sobre os problemas do mundo ou da vida das pessoas, começa quase que automaticamente a pensar nas soluções?

Você se retrai quando as pessoas te dizem o quanto você é talentoso ou que grande potencial possui, pois sabe que por trás disso ha uma expectativa de que você faça algo mais significante ou produtivo com sua vida?

E estimulante para você uma disputa intelectual, experiências novas e diferentes, ou a possibilidade de estar a beira de um novo empreendimento, mas você se desanima diante do pensamento de que sua vida é estável, segura e rotineira?

Você preza a flexibilidade e evita compromissos a longo prazo ou planos duradouros?

A maioria das pessoas gosta de sua companhia mas, ao mesmo tempo, parece não perceber 0 lado mais profundo, mais inteligente e mais leal de sua personalidade?

Você se vê como um bom interlocutor, com um leque de interesses bastante vasto, a ponto de manter uma conversa com qualquer pessoa?

Você e do tipo que, tendo a oportunidade, pode ver a utilidade potencial de muitas coisas que os outros jogam fora como lixo?

Você gosta de desafios mentais e se vê procurando este tipo de desafio para manter a vida agradável ou para afastar o tédio?

Frases comuns:

  • Acredito nas pessoas e em seus motivos ate elas me decepcionarem.
  • Existem poucas coisas na vida que não posso desfrutar.
  • Gosto que as pessoas me vejam como um ser feliz.
  • Geralmente encaro as coisas mais pelo lado alegre do que pelo negativo.
  • A maioria das pessoas gosta de minha companhia, mas não percebe o lado mais profundo e mais inteligente de minha personalidade.
  • Levo em consideração as influencias cósmicas dos acontecimentos e a importância universal de tudo o que ocorre.
  • Sou bom papo, mantenho uma conversa com qualquer pessoa sobre qualquer assunto.
  • Minha teoria e: se alguma coisa é boa, quanta mais, melhor.
  • Gosto das coisas e das pessoas flexíveis, evito compromissos a longo prazo ou duradouros.
  • Gosto de alegrar as pessoas e levantar-Ihes o moral.
  • Na maioria das vezes, evito entrar em situações pesadas.
  • Gosto mais de pular de uma coisa para outra do que de entrar em uma em profundidade.
  • Gosto de um papo sobre experiencias novas e futuristas.
  • Evito situações que me sugerem uma vida estável, segura e rotineira.
  • Gosto de contar histórias que façam as pessoas pensar.

Algumas características

Persuasivo, convincente, bem falante, astuto, planificador, idealista,cheio de projetos; indulgente, pouca culpa; tolerante, permissivo: complacente, serviçal anti-convencional, rebeldia não explícita, evita o desagradável,comodidade e prazer, atração pelas fronteiras do conhecimento;,. busca minimizar as dificuldades e orientar-se ao prazeroso como compensação; racionalizador, explica e justifica tudo, evita contato com o vazio interior através de idéias e planos., quer ter autoridade intelectual e dar a última palavra; dificuldade de renúncia ao que excita e dá prazer; gula; sedutor; criativo; tiradas imaginosas; alegre, simpático.

Irradia otimismo e alegria. Está atento à preciosidade de cada momento, admira-se qual criança e sente a vida como um presente. Com sua espontaneidade, dá a impressão de que em tudo há suficiente beleza e bondade, e de que não há nada supérfluo. Cheio de idealismo, de planos para o futuro e consegue entusiasmar os outros para isto.

Ajuda os outros a usufruírem o lado belo da vida. Têm um humor contagiante e sae rir de si mesmo. As crianças adoram.

Alegre, parece não estar “bem da cabeça” à primeira vista. Relaxado, humorista, rincalhão e de charme desarmado.

( ) As coisas sempre acabam se resolvendo da melhor maneira possível. ( ) Quase sempre dizem que dou vida às festas e reuniões informais! ( ) Minha teoria é: “Se alguma coisa é boa, mais é melhor”! ( ) Gosto de tornar as coisas “geniais” e agradáveis. Em geral as torno! ( ) Tenho tendência para pular de uma coisa para outra sem me aprofundar em nenhuma..

Preocupações

  • A necessidade de manter altos níveis de excitamento. Muitas atividades, muitas coisas interessantes que fazer. O desejo de estar emocionalmente por cima.
  • Manutenção de múltiplas opções como forma de evitar o compromisso a um único curso de ação.
  • Substituição do contato profundo por alternativas mentais prazerosas. Falar, planejar e intelectualizar.
  • Charme como primeira linha de defesa. Tipos medrosos que se movem rumo às pessoas. Evitar o conflito direto escapando pelas frestas. Escapar de encrencas através da conversa.
  • Um estilo de atenção que consiste em inter-relacionar e sistematizar informações de modo que os compromissos necessariamente incluam brechas e outras opções de apoio. Esse estilo de atenção pode levar a um escapismo racionalizado de tarefas difíceis ou limitativas, e a capacidade de sintetizar conexões e paralelismos incomuns entre pontos de vista que parecem antagônicos ou não relacionados.

Tipo 8 A Luxúria

Você tem idéias claras e firmes sobre o que e certo ou errado nas situações que lhe são importantes?

Você geralmente acha que precisa estar alerta em rela<;ao as pessoas com segundas intenções?

Você acha que as pessoas mais irritantes e difíceis de tratar são aquelas que rodeiam a assunto e nunca dizem diretamente a que pensam?

Você concordaria que a indecisão é o pior ladrão da oportunidade e que este é um argumento valido contra ficar preso as decisões tomadas em grupo?

Você fica à vontade em postas de liderança e estes acabam caindo naturalmente no seu colo?

Você acha que as outros muitas vezes esperam ou assumem simplesmente que você venha a tomar conta do assunto?

Você se acha uma pessoa prática que entende a que é preciso para executar a trabalho?

Você e do tipo que não tem medo de denunciar a injustiça, especialmente a injustiça em relação as pessoas incapazes de se defender?

Você geralmente expressa seus pontos de vista tão intensamente quanta os sente e até se exalta numa discussão onde haja divergências?

Frases comuns:

  • Sou bom em enfrentar e lutar pelo que quero.
  • Descubro facilmente o ponto fraco do outro e o uso se for provocado.
  • Não tenho dificuldade de expressar minha insatisfação pelas coisas.
  • Não temo o confronto com outras pessoas e na verdade eu as enfrento.
  • Gosto de desfrutar o poder.
  • Sei descobrir onde esta o poder de um grupo.
  • Sou uma pessoa agressiva e determinada.
  • Tenho problemas em aceitar e expressar meu lado gentil, terno e dócil.
  • Entedio-me facilmente e gosto de me manter ativo.
  • A justiça e a injustiça são problemas-chave para mim.
  • Protejo as pessoas que estão sob minha responsabilidade e meu comando.
  • Não sou afeito a introspecção e a auto-analise .
  • Não tenho dificuldade em tomar decisões.
  • Não gosto que me mandem adaptar-me as situações.
  • Acho que as outras pessoas criam seus próprios problemas.

Algumas características

Astuto; duro, agressivo; intenso, luxurioso; desinibido, impulsivo; busca intensidade, sem limites, tende ao exagero; pensamento orientado a empreendimentos práticos; preguiça de abstrações intelectuais; atração ao poder; autônomo, seguro de ação; desprezo a fraqueza, direto, verdadeiro; generoso, rebelde a legalidade estabelecida; cínico com valores estabelecidos; sensível, hedonista; intolerância à frustração; dominante.

Atua de forma vigorosa e é capaz de transmitir aos outros um sentimento de força. Tem senso de justiça e veracidade, percebe instintivamente quando algo está mal em algum lugar ou quando se praticam injustiça e falsidade. Reagem contra isso de maneira aberta e direta.

Quando se engaja em algo é capaz de manifestar energia extraordinária. A sua palavra inspira confiança.

( ) Sou muito bom em levantar e lutar por aquilo que quero. Luto por justiça. ( ) Percebo intuitivamente os pontos fracos dos outros e ataco lá se for provocado. ( ) Não tenho medo de confrontar pessoas e, normalmente, eu as confronto. ( ) Eu protejo as pessoas que estão sob minha autoridade ou jurisdição. ( ) Geralmente eu não ligo muito para introspecção e auto-análise.

Peocupações

  • Controle dos bens pessoais e do espaço pessoal e controle de pessoas capazes de influenciar a vida
  • Agressão é franca expressão da raiva.
  • Preocupação com a justiça e com a proteção de outros.
  • Briga e sexo como formas de fazer contato. Confiança em pessoas capazes de agüentar uma luta.
  • Excesso como antídoto contra o tédio. Chegar tarde, – entretenimento pesado,farras. Tudo em demasia, barulho demais, quantidades excessivas.
  • Dificuldades em reconhecer os aspectos dependentes do eu. Quando afetado por outros, pode negar os verdadeiros sentimentos, afastando-se, alegando tédio ou culpando-se intimamente por erros no passado.
  • Um estilo de atenção radical do tipo tudo ou nada e que tende a ver as coisas nos extremos. As pessoas são fortes ou fracas, justas ou injustas, não há meio-termo. Esse estilo de atenção pode levar ao não-reconhecimento das próprias fraquezas e à negação automática de outros pontos de vista em favor da única opinião “legítima” que o fará sentir-se seguro ao exercício apropriado da força a serviço de outras pessoas

Tipo 9 A Preguiça

Você tem fama de desembaraçado, afável, pessoa de bom senso, mesmo quando por dentro você se sente bem diferente?

Ha um lugar no seu lar que para você e confortável e relaxante, para onde você se dirige em geral para pensar, ler ou descansar?

As discussões o incomodam a ponto de evitá-las, chegando até a sair da sala quando elas começam?

As atividades ao ar livre o atraem muito, e estar em contato com a natureza para você e uma experiência quase sagrada de liberdade?

Você acha que a melhor maneira de prevenir encrencas e manter silencio quanta a seus pensamentos, deixando a outra pessoa falar, mesmo quando você discorda?

Você se vê como uma pessoa independente, que pode fazer o que quer ou o que precisa, sem ser desviada pela pressão do grupo?

Você concorda que em geral as pessoas criam a maior parte de suas próprias dificuldades, porque levam a vida a serio demais, preocupando-se com coisas pequenas?

Você gosta de elucubrar sobre questões complexas, e acaba muitas vezes encontrando respostas praticas para problemas intrincados?

Quando tem escolha, você evita as sofisticadas reuniões políticas ou sociais, optando pelos prazeres mais calmos e simples da vida?

Frases comuns:

  • A maior parte das pessoas se envolve demais com as coisas.
  • Muitas coisas na vida não valem o aborrecimento.
  • Estou sempre em paz e calmo.
  • Sou uma pessoa extremamente fácil de lidar.
  • Gosto de não ter nada para fazer.
  • Não me recordo de ter problemas para dormir.
  • Em geral, não me entusiasmo demais com as coisas.
  • Não ha nada de tão urgente que não possa esperar até amanha.
  • Necessito de estímulo externo para manter-me vivo.
  • Não gosto de gastar minha energia a toa. Busco coisas das quais possa resguardar minha energia.
  • Geralmente sigo a lei do menor esforço.
  • Orgulho-me de ser uma pessoa estável
  • Quando tenho escolha, evito reuniões políticas ou sociais sofisticadas, optando por prazeres mais calmos e simples.
  • Não gosto de discussões e as evito sempre que posso.
  • Quando estou envolto em muitos problemas, minha tendência e o recolhimento; as vezes vou dormir.

Algumas características

Superadaptado; evita conflitos; busca de comodidade harmônica; pensamento prático e concreto; atenção dispersa; desconexão: resignação; pouca interioridade, muito fazedor de coisas; modesto; tendência a viver a vida de outros; rotineiro, convencional, hábitos regulares; abnegado sentido comum; bom senso; descrença; falta de sutileza; jovial, amistoso: dificuldade de centrar em si, vai com a corrente e se dispersa de si: passividade agressiva.

È promotor da paz. Tem o dom de aceitar os outros sem preconceitos. Pode ser imparcial, pois sabe avaliar os aspectos positivos de ambos os lados. Seu sentido de decência te faz um lutador engajado da paz e justiça.

Consegue expressar verdades duras com calma e com naturalidade.

( ) Sou quase sempre calmo e pacífico, discussões me incomodam, se posso, fujo delas. ( ) Sou uma pessoa extremamente tranqüila mas faço o que quero sem ceder a pressões. ( ) Depois que já fiz minhas “obrigações”, odeio ser tirado do meu canto. ( ) Aceito ser bom ouvinte, não faço questão de dizer o que sinto, mesmo discordando. ( ) Identifico-me com quem amo, a família, grupos etc, nisto sinto-me dependente

Preocupações

  • Substituição de necessidades essenciais por sucedâneos não essenciais. As coisas mais importantes são deixadas para o final do dia.
  • Dificuldade com decisões. “Concordo ou discordo?” “Quero ou não quero estar aqui?”
  • Agir pelo hábito e pela repetição de soluções familiares. Ritualismo.
  • Dificuldade em dizer não.
  • Contenção da energia física e da raiva.
  • Manutenção do controle por meio da teimosia e da agressão passiva.
  • Um modo de prestar atenção que reflete a posição de outras pessoas, o que pode levar a dificuldades em manter uma posição pessoal, mas também ao desenvolvimento de um talento especial para sentir a experiência íntima dos outros.

ENTRE EM CONTATO

Envie um e-mail para a equipe do Site


©Desenvolvido por Agência Rumi

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?