Lua do vôo dos patos

Corvo – Clã das borboletas

A Lua do Vôo dos Patos é a primeira Lua de Mudjekeewis, o Espírito Guardião do Oeste, e acontece na época do Equinócio de Outono. A cor é o marrom e recebe influência do Clã das Borboletas.

Da pedra Jaspe as pessoas podem aprender tanto como atrair as energias do Sol como da Terra para seu ser e compreender as mensagens do coração. Do Verbasco elas podem aprender suas habilidades de aliviar e irritar. Do Corvo elas ganharão a compreensão de seus relacionamentos com grupos e a habilidade de voar alto e mergulhar. Esta é a posição na qual podemos aprender o que realmente é equilíbrio, mesmo que necessitemos sentir desconforto para saber isso. Quem vivencia esta lua pode ir rapidamente de uma idéia, conceito ou homor, para o seu oposto. Esta posição ensina a demontrar afeição física e como sentir-se confortável tanto no Céu, como na Terra. As pessoas que vivenciam a energia do Corvo devem cuidar para não serem indecisas e excessivamente mutáveis, evitando a confusão.

O totem animal da Lua do Võo dos Patos é o Corvo.

Geralmente o corvo é uma ave toda preta com cauda em forma de cunha. O corvo tem o mesmo tamanho que o Falcão Vermelho.

Algumas vezes agressivos, de uma maneira geral são precavidos. São aves inteligentes, que sabem como jogar um caramujo para o ar para quebrar sua conchas. Os corvos vivem em grupo e defendem bravamente os seus domínios. Alguns corvos se acasalam para toda a vida. Dizem que estas aves tem conselhos tribais.

Para os povos nativos, os corvos são considerados aves de equilíbrio entre o homem e a natureza. Quase todas as tribos tem uma lenda sobre os corvos. Para alguns ele é um mau auspício, para outros, um bom. Os povos Pueblo conetam o Corvo com os Espíritos Kachinas. Ao Corvo tem sido atribuído o crédito de trazer nuvens que chamam a chuva, como o de levá-las. Simboliza também a magia (o companheiro do mago).

O totem mineral é o Jaspe, em especial o Jaspe de Sangue.

Também chamado de Heliotropo, o jaspe de sangue é uma pedra que traz muitas bençãos. Promove uma força de concentração positiva e ajuda a harmonizar com a energia da Terra.O Jaspe estanca hemorragias; segundo nativos, torna seu possuidor desapercebido, para segurança e vida longa; puxa consigo o veneno das picadas de cobra, restaura a vista perdida, provoca chuva. Acredita-se que esta pedra tem poderes sobre os maus espíritos. O Jaspe estimula e e clareia os processos mentais pessoais, permitindo que a pessoa encontre o equilíbrio neste plano da existência.

O totem vegetal é o Verbasco.

Esta planta alta de folhas aveludadas é uma curadora versátil. O seu chá é bom para aliviar menbranas mucosas e para fortalecer os pulmões, coração, vesícula, rins e fígado. Ajuda a aliviar problemas nervosos e é um bom adstringente . Usado externamente, o chá ajuda a curar hemorróidas, úlceras, tumores, irritações da garganta, e flacidez muscular. O óleo desta planta há muito tem sido utilizado para os ouvidos, contusões, verrugas, entorses e rachaduras da pele. O Verbasco nos ajuda a explorar as partes serenas e curativas de nossa natureza.

ENTRE EM CONTATO

Envie um e-mail para a equipe do Site


©Desenvolvido por Agência Rumi

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?