Poder dos sons – Khoomei – O Canto harmônico dos Xamãs da Mongólia

 Khoomei -O Poder dos sons

O Canto harmônico dos Xamãs da Mongólia

Na Rússia o cantar do khoomei foi documentado e gravado por musicoterapeutas Ocidentais. Musica Xamânica

 

Acompanhadas também por um escudo, sinos, um tambor, e um chocalho. A física do khoomei não é compreendida ainda completamente, mas seus princípios básicos são sabidos. A maioria de sons naturais são compostos de um tom baixo (fundamental) mais muitos mais tons mais elevados (harmonicos). Nossos ouvidos no fundamento e no tom que nossa mente atribui ao som. Os harmonicos o ” mais puro dos sons (por exemplo, uma flauta não produz muitos tons harmonicos), faz o “ sadio mais saudável. ” A voz humana é notoriamente rica de harmonicos.

Dividindo a boca em duas cavidades e ajustando os tons resonantes, o cantor do khoomei pode suprimir o fundamento e amplificar um ou dois harmonicos de modo que nossa mente começa a os registar como tons separados melhor que como um tom complexo.

Khoomei é praticado também por Mongois e uma técnica similar, hipertom, é cultivada por monges tibetanos Gyuto. Os grupos Neo-tradicionais como Huun-Huur-Tuu estão estimulando o interesse na técnica em outras partes do mundo. Como um coro das mulheres da Bulgária, cuja a técnica vocal também é completamente distinta).

O festival internacional anual de Khoomei começou em Kyzyl em 1994, e Sapporo, Japão. Uma sociedade devotada a cantar khoomei. Mesmo Hollywood tem aderido, usando o Tuva em tapes para uma película sobre Geronimo.

Sem nenhuma dúvida, entretanto, o melhor khoomei ainda é executado e apreciado pelo andarilho solitário, que cantra sobre os campos, sob as constelações, lentamente girando, cantando nas florestas selvagens de Ezirlyyg, na grama após uma chuva rara, na beleza das longas saias que agitam no vento ou montando sua égua através do estepe.

A doença é uma desarmonia vibracional dentro do corpo. A resonancia dos harmonicos vocais pode restaurar a harmonia no corpo.

Os xamãs costumam ter suas canções de poder, que são enviadas pelos espíritos guardiães, auxiliares, entidades da natureza, divindades. São entoados para evocar poder, usados em cerimônias, rituais de cura, situações difíceis,etc. Dentro dessa medicina podemos incluir mantras, hinos, ícaros,cantos tibetanos, cantos gregorianos, salmos, etc. É uma forma elevada de prece.

Já diz o ditado : Quem canta seus males espanta. Eles não são compostos, são cana. Os xamãs da Mongólia aprenderam a cantar os seus harmônicos ouvindo uma cascata.

Do ponto de vista fisiológico, os harmônicos vocais, criam mudanças no batimento cardíaco, na respiração, e nas ondas cerebrais da pessoa que os entoa, alterando a consciência e fazendo com que o Xamã se ponha em um estado no qual se torna receptivo a viagens espirituais. Pode ser que certas porções do cérebro ressoem e sejam ativadas por estes sons, liberando certos hormônios e ativando processos neuro-químicos que propiciam estados alterados.

Os sons produzidos pelos nativos americanos, ah, aye, eee, etc. tem seus significados místicos. Eu sei de alguns, por exemplo, O Canto das cinco vibrações:

AH – Lavagem. Para limpar e purificar

AYE – ( e ) Para compreender nossa relação com todas as coisas.

EEE – ( i ) Clareza. Para entrar em contato com a Inteligência Divina.

OH – Inocência e curiosidade .

OOO – ( u ) Aquilo que nos leva à presença de Deus.

Os harmônicos vocais, criam mudanças no batimento cardíaco, na respiração, e nas ondas cerebrais da pessoa que os entoa, alterando a consciência e fazendo com que o Xamã se ponha em um estado no qual se torna receptivo a viagens espirituais.

Pode ser que certas porções do cérebro ressoem e sejam ativadas por estes sons, liberando certos hormônios e ativando processos neuro-químicos que propiciam estados alterados.

Eles também podem expandir nossa consciência, trazer ensinamentos ocultos, acalmar, relaxar´, etc. Os cânticos sempre foram usados em todos os processos mágicos e religiosos.

No Perú são chamados de Ícaros. Passo abaixo a tradução da tradição Shipibo, os ayahuasqueiros da Amazônia Peruana, que Mateo Arebalo, me ensinou :

Regulação e nivelação de energias

MATEO 30/04/93

Mi hermoso canto ( bis )

Emana su energia a si a cielo

A si a mar ou a rio

A si la Tierra

Mi hermoso canto

Del la energia de la Ayauasca

I la Chacruna

Emana su energia para regular e nivelar las energias

De salud bien estar entre

Las mujeres y hombres de esta mariacion

En la Gran mesa de la Ayauasca

Salimos com cuerpo, alma, espírito e mente

Livrando-nos de la mariacion loca

Assim el mundo maraviglioso del Dios

Donde hay y emana las fragrâncias

De las flores maravigiosas del Universo

Que al impregnar-se en uno

Nos dá las energias del conecimento y el saber

Abrindo las puertas del mundo medicinal del la Ayauasca

Donde todo es felicidad, paz e amor

Canção da Alegria

Um dos melhores modos para praticar diariamente afirmações é incorporá-las até o “Caminhar da Alegria ” (canções) . Assim você se diverte ao ar livre e observa a natureza podendo inserir algumas palavras ou frases de divertimento.

A melodia pode chegar a mente( você poderá fazer uma paródia de uma música conhecida). Cante-a para você mesmo e para os outros em sua volta.

Coloque seu desejo intensamente e elevadas intenções espirituais para a melodia.

Coloque ritmo em cada etapa. Sua canção da alegria será diferente de sua canção de poder, assim, você deliberadamente comporá canções para torná-las afirmações para seu desenvolvimento. A canção de poder pode ter cimente poucas palavras e é desenvolvida pelo subconsciente.

Você poderá cantar sua canção da alegria durante seu caminho, quando estiver dirigindo, ou quando estiver em casa.

Quando a canção torna-se automática, seu inconsciente estará pronto para ajudar a manifestar o que você deseja.

ENTRE EM CONTATO

Envie um e-mail para a equipe do Site




©Desenvolvido por Agência Rumi

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?