Jornadas Xamânicas Vôo da águia

Jornadas Xamânicas Vôo da águia

As jornadas xamânicas Voo da Águia celebram o Calendário Sagrado (Primavera, Fertilização,Verão,Primeira Colheita, Outono, Ultima Colheita, Inverno e Germinação), ajudando a ver que somos parte de algo maior, parte de uma “Terra Viva” que respira.
Por meio de ritos e cerimônias é criada uma atmosfera sagrada e de poder que permite a transformação consciente de nosso ser. Através disso, o passado torna-se presente. Os participantes conectam-se aos ancestrais no momento da Criação Primordial, meditando, revendo a vida e renovando-se à cada 45 dias.

As Jornadas Voo da Águia, tiveram sua célula no ano de 1992, onde foi sendo tecida uma arquitetura cerimonial que é o resultado de meus estudos com Ayahuasca (Peru) e Santo Daime, das práticas do Caminho Vermelho (índios norte-americanos) e das visões que fui recebendo ao longo de minha jornada por esse universo sagrado do xamanismo.

Um dos pilares da Jornada Voo da Águia é a cerimônia da tenda-do-suor (Solstícios e Equinócios) seguida de uma mesa ritual que é composta da consagração da Ayahuasca associada com ritos e interações cerimoniais extraídas da Peyote Tipi e minhas visões, adaptadas à cada estação.

Portanto, a associação da tenda-do-suor com a ayahuasca não pertence à nenhuma tradição ancestral. É o resultado de uma jornada que se iniciou no Brasil pela primeira vez em 1998, no Céu da Lua Cheia, em Cotia -SP, quando recebi as bênçãos de meus instrutores (ayahuasqueiros, daimistas, nativos norte-americanos) para executá-las dentro do atual formato cerimonial.

Fico muito feliz em ver outros grupos aderindo hoje a este formato, isso mostra ser uma verdade que está muito além do nosso grupo, já fazendo parte de várias iniciativas pelo Brasil e seguindo inclusive rumos internacionais.

Refletindo nos momento mágicos, o movimento das estações, o giro da Roda Da Vida, venho agradecer à Deus por ter me permitido resgatar essa riqueza, essa joia fina da sabedoria ancestral, que é o estudo dos mistérios que permeiam as mudanças de estações. Posso sentir nas minhas células estes momentos de forma intensa e profunda. Uma viagem que começa nas mensagens e que se concretiza no Voo da Águia – Uma Jornada de Realização.

A adoção do Calendário Sagrado, transformou e tem transformado a vida de todos nós ligados ao Centro de Estudos de Xamanismo Voo da Águia. Na forma de ver a vida, nas relações, no meio ambiente, na fé. Aprendemos a sabedoria que há em cada pedra, cada folha, no movimento dos ventos, nas mudanças da Lua, na interiorização e atenção que o fogo proporciona, com as águas das emoções, em estados especiais de consciência.

Nosso xamanismo, meus irmãos, é fruto de um trabalho coletivo, produzido por pessoas que se amam, amam a terra que nós habitamos, amam o Templo, a doutrina, a natureza, suas famílias, enfim, compartilham um mesmo sonho. O sonho de uma vida em comunidade auto-sustentada, próspera, habitada de maneira ecologicamente responsável, resgatando os valores espirituais e as virtudes humanas, que o homem vem perdendo por conta de um progresso. Acreditamos que o verdadeiro “Religare” vem da união das coisas boas da terra (matéria) com a eterna lembrança de que estamos aqui, mas não somos daqui.

Por mais simples que seja a missão de alguém, se em sua passagem tiver deixado o mundo mais bonito, nem que seja plantando uma arvore, já terá feito sua alma crescer no plano evolutivo, pelo menos um pouquinho. Portanto, a cada ser humano cabe buscar a excelência, a partir dos talentos que recebeu de Deus. Não o impossível, mas o melhor. Isso é excelência!

“Excelência” é poder viver a vida ao ritmo de cada estação. A natureza cria as regras, aprendemos a navegar nas marés, a aquietar no inverno, a colocar em ação no verão, iniciar na primavera e colher no outono.

Vamos aprendendo que cada estação é um momento para renovar e que para isso precisamos nos purificar. Nos livrar do que é velho, para celebrarmos o novo. Nos prepararmos para acalentar a esperança de nossos sonhos de futuro, nossas metas. Vamos nos recarregando de energia, unidos. Momento de ouvirmos e contarmos histórias e aprendermos com a sabedoria da Terra.

Nossa intenção, é proporcionar um ambiente seguro e sagrado para que o participante possa se “conhecer melhor” e, através de um voo interior, amparado na sabedoria ancestral, ir ao encontro do propósito de sua alma.

Proposta

A nossa proposta com as Jornadas é principalmente propiciar uma outra forma de pensar a vida, resgatar o “Sagrado” que habita em todos os seres da Criação e a ligação com as forças da natureza. Cada mudança de estação influencia o clima, estilo de vida, emoções, mente, corpo, alma. As mudanças de estação estabelecem seus poderes fora e dentro de nós.

Para o pensamento nativo, Poder é Medicina, remédio. É a forma de utilizar a energia para o fortalecimento pessoal, profissional, espiritual e nos relacionamentos.

O fato do participante deslocar-se da cidade, do conforto e estar mais em contato com a Sagrada Mãe, com a terra, ouvindo os sons do fogo e da vida noturna na mata e poder se dirigir à Deus através do contato com a natureza torna o ambiente propício, criando “momentos de poder” para o renascimento, pureza e renovação.

Resgatar a dimensão ancestral e sagrada ” em todas as nossas ações, vivenciar diferentes dimensões do tempo, nossas mais profundas raízes, deixar o coração bater no mesmo ritmo que a Terra, é o convite que o Centro de Estudos Voo da Águia faz para renovar sua vida.

Medicinas da Jornada Xamânica

Consagração da Ayahuasca

A bebida sacramental Ayahuasca, é, principalmente, fruto da decocção do cipó Banisteriopsis Caapi e a folha Psycotria Viridis. Os sentidos são expandidos, os processos mentais e as emoções tornam-se mais profundos. A experiência pode em algum ponto revelar visões notáveis, insight´s, catarses, produzindo experiências de renovação, de renascimento positivas. Uma vez que iniciado, o processo da renovação e transformação, eles continuam. O grande passo no trabalho com a Ayahuasca é a assimilação dos ensinamentos espirituais e a prática na vida diária, ou seja por em prática o que se aprende. Isso garante a dimensão espiritual em nosso dia-a-dia, e é essencial para recebermos as dádivas e as bênçãos espirituais e para que possamos evoluir no estudo, aprender mais. A ela atribui-se a cura de males físicos, psicológicos, mentais e espirituais. Os estudos científicos ocidentais estão confirmando aplicações médicas e psicoterapêuticas benéficas.

Purificação e limpeza com ervas e perfumes

Todos os caminhos espirituais têm rituais de limpeza e purificação. Antes que uma pessoa possa passar por uma sessão de cura, ou curar outra, deve limpar-se de todos os sentimentos maus, pensamentos negativos, espíritos maus ou energia negativa. Limpeza física e espiritual ajuda as energias curativas a virem desobstruídas, como aponta Artese. A Fumaça de limpeza é a mais antiga e a mais popular do meio xamânico, para purificar pensamentos, sentimentos e espíritos. A fumaça restabelece equilíbrio e harmonia transformando a energia através do fogo e purificando com essência de uma planta. Cria um processo físico, pensamento externo, espelho interno ou processo espiritual de equilíbrio e restauração da harmonia. Muito se falou sobre aromas, perfumes, essência, cheiros, poções mágicas na história da humanidade. Os aromas influenciam nosso astral. O sentido de olfato age principalmente no nível subconsciente, os nervos olfativos estão diretamente ligados com a parte mais primitiva de nosso cérebro, o sistema límbico.

Meditação com Tambor

O tambor é uma abordagem terapêutica antiga que usa o ritmo para promover a cura e auto expressão. Pesquisas recentes começam a verificar os efeitos terapêuticos de ritmos antigos. Elas indicam que a bateria, tambor, acelera a cura física, estimula o sistema imunológico e produz a sensação de bem-estar, liberação de trauma emocional e reintegração de si mesmo. Outros estudos demonstraram os efeitos calmantes dos efeitos da percussão em pacientes de Alzheimer, crianças autistas, adolescentes emocionalmente perturbados, adictos em recuperação, pacientes com trauma, presidiários e populações desabrigadas. Os resultados do estudo demonstram que a percussão é um tratamento valioso para o stress, a fadiga, ansiedade, hipertensão, asma, dor crônica, artrite, doença mental, enxaqueca, cancro, esclerose múltipla, doença de Parkinson, acidente vascular cerebral, paralisia, distúrbios emocionais, e uma vasta gama de deficiência física. O tambor xamânico produz estados claros de transe e níveis de relaxamento profundo. É também meio de conectar com os pontos mais distantes da grade energética. O tambor alinha-nos com as forças da harmonia. A harmonia é um atributo universal da consciência, e ajuda-nos viajar, através do espaço do coração.

Canções de Poder

Segundo muitas tradições, os sons e a música possuem um profundo efeito psicofísico. No caso específico do xamanismo, as canções de poder, acompanham as cerimônias para evocar espíritos guardiães, espíritos de cura, para intensificar a energia, para alterar a consciência, permitir a mente livre de pensamentos indesejáveis, para proporcionar visões. O ritmo também pode transportar o xamã de volta ao seu espaço interior . Todo xamã possui sua canção de poder para despertar seu animal e espíritos auxiliares. O ritmo e as palavras estabelecem uma comunicação com a natureza, libertando, de forma espontânea, a energia para curar e elevar a consciência.

Ritual do Fogo

No templo os participantes ficam o tempo todo, unidos por uma fogueira, como altar central no circulo. O fogo é relacionado com o espírito e associado a consciência, a iluminação. Sem o fogo do Sol iluminando a terra, a vida acabaria. É do casamento do Sol com a Lua que nasce nova vida na terra e a perpetua. O fogo energiza, é o elemento da transmutação, o reino da espiritualidade, da sexualidade e da paixão. Se expressa particularmente na criatividade, entusiasmo e movimentação, comportamento extrovertido, versatilidade. O fogo procura a expressão com as ideias. Iniciando novas ideias, consolidando ideias aceitas, mudando ideias. Tem fluidez, claridade, mobilidade.

Rito de Destruição Fogo

Nesta fase, os participantes são convidados a pegarem um graveto impregnando sua dores emocionais, culpas, atitudes negativas para serem queimadas, destruídas.

Rito de Destruição Fogo – Queima de Vícios

Aqui a destruição é direcionada para “queimar” os vícios seja de cigarros e outras substâncias, comida, etc.

Rito de Descasamento

Para as pessoas que se uniram cerimonialmente e juraram “união por toda a vida” e que pelos caminhos da vida, não puderam mais permanecer na relação, esse rito libera o compromisso que não pode ser cumprido e libera o outro, libertando as memórias de dor da relação.

Ritual do Tabaco

O tabaco aqui citado, não é industrializado, e sim o tabaco xamânico. O tabaco selvagem em seu estado original é utilizado sem tragar. Simbolicamente as preces e desejos são enviados através da fumaça.

Aplicação do Colírio Sananga

Sananga, é um colírio extraído da raiz de uma planta amazônica , que amplia a visão noturna, aguça a percepção, promove expansão da consciência e propicia uma maior conexão com seres da floresta

Cerimônia do Rapé

O rapé é um pó feito de plantas, entre elas a principal é o tabaco, e é assoprado através de um instrumento de poder (canudo)nas narinas. Segundo a sabedoria indígena o rapé coloca-nos em contato com os espíritos de cura da floresta que nos trazem poder e força. Também para problemas tais como: sinusite, dor de cabeça, nariz congestionado. Também produz estados especiais de consciência.

Música da Alma

Música inspirada no momento com todos os presentes, somando os instrumentos levados pelos participantes.

Cerimônia do Pau-Falante

Trata-se de um pedaço de pau consagrado para que se apresente o sagrado ponto de vista. Neste ritual não pode ser utilizada nenhuma palavra que não represente a verdade. Só fala quem estiver com o pau-falante na mão, os demais permanecem em silêncio. É uma forma de honrar a sabedoria dos outros. Nesse instante os praticantes compartilham sua experiência na Jornada Voo da águia. Segundo Artese, a cura é baseada nesta consciência. Aquele que fala a verdade está se curando. Mas é uma cura para o grupo todo porque cada um individualmente é escutado, no silêncio e na reverência o participante tenha a compreensão do valor de sua palavra.

Comida e Água Ritual

Consagração de sementes ao fogo, comidas sagradas (milho e frutas), entrada ritualística de água fluidificada, porque, segundo Artese, isto transmite o valor da importância sobre os fluídos da água assim como reconhecer o valor da alimentação saudável e a relação de respeito com os animais como seres pertencentes da mesma natureza.

O que trazer para a jornada:

Seus instrumentos de poder:tambor, maracás, ervas, Crystal bowls, sinos tibetanos, didjeridoos, etc

Como levar a jornada Voo da Águia para a sua cidade:

roda.jpg

O que os promotores/parceiros do evento devem providenciar:

  • Passagens aéreas, transporte, estadia e refeições para dois.
  • Os promotores deverão eleger um “guardião-do-fogo” para se responsabilizar pela fogueira cerimonial e pelas pedras na tenda-do-suor.
  • O local da vigília xamânica deverá ter no centro a fogueira cerimonial e espaço para todas as pessoas passarem a noite e poderem se deitar.
  • No final costumamos servir a água ritual (uma jarra e copos), e fazemos a entrada dos frutos da Terra para a comida ritual – batata assada, frutas da época, mandioca, milho, etc

Número de participantes:

mínimo: 30

máximo: 60

INFORMAÇÕES: VOODAAGUIA@XAMANISMO.COM.BR

INFORMAÇÕES FACEBOOK: HTTPS://WWW.FACEBOOK.COM/FANY.JORNADASXAMANICAS?FREF=TS

ENTRE EM CONTATO

Envie um e-mail para a equipe do Site


©Desenvolvido por Agência Rumi

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?