Coruja: Totem animal do Caminho da Sabedoria

Coruja: Totem animal do Caminho da Sabedoria

Totens: Salvia, jade

coruja-sabedoria

Fisico : Reconhecer os limites do corpo. Relacionar melhor o clima com o trabalho. Reconhecer o que é bom para a gente. Agir no que se tem conhecimento.

Mental : Habilidade de discernimento. Experiência, equilibra a experiência com o entendimento. Obter discernimento, entendimento e saber aplicar.

Emocional : Quando se deseja ser mais espontâneo.

Espíritual : Para trabalhar em nível filosófico.

sabedoria-coruja
O totem animal do Caminho da Sabedoria é a Coruja.

São aves noturnas e voam silenciosamente, o que lhes dá uma forte vantagem quando caçam sua presa. Sua audição é impecável. Para muitos, elas caçam através do som e não do olhar .

A Coruja simboliza coisas diferentes. Para alguns povos representa tudo o que é sábio e bom; para outros, tudo o que é escuro e mal. Dizem que as corujas são sábias mensageiras, algumas vezes portadoras de notícias de morte, mas frequentemente transmissoras de sabedoria e conhecimento.

A medicina da Coruja é tão forte que não deveria ser misturada com outras energias, trabalhada com irresponsabilidade ou futilidade. Alguns nativos envolvem qualquer forma de medicina (instrumento de poder) da coruja num pano vermelho, pois dizem que o vermelho ajuda a conter o poder e mantê-lo separado de outras energias. Outros não tocarão numa pena de coruja.

Embora grande parte da medicina da Coruja seja secreta, ela está relacionada a antigos conhecimentos do feminino e da lua.

Se você busca respostas, pergunte à Coruja que é tão sábia. Pergunte estando disposto a receber uma resposta que possa levá-lo a jornadas para territórios desconhecidos seja no plano espiritual, mental, emocional ou físico.

Trabalhar com a coruja, nos ensina sobre mistério, paradoxo, vida, morte, sabedoria, sombra, saber escutar, o feminino, o desconhecido.

O totem mineral é o Jade.

jade

Históricamente o Jade desempenhou um papel em muitas religiões. Os artefatos de Jade foram encontrados em muitos sítios arqueológicos de sepultamento. Os astecas e os maias utilizavam como ferramentas, facas, machados, entalhadeiras, etc.

Tem sido reverenciado durante séculos no Oriente, especialmente pelos japoneses e chineses, que consideram a pedra mais importante que existe. Os chineses atribuem cinco características preciosas ao Jade : sabedoria, justiça, modéstia, coragem e claridade.

O Jade é utilizado no oriente para atrair a sabedoria dos ancestrais e de qualquer experiência de vida passada. O Jade está fortemente ligado à musica há séculos, e diz-se que ele acentua as habilidades musicais.

O Jade ajuda nas orações, cerimônias, meditação, e interpretação dos sonhos. Fortalece os sentimentos de ternura, bondade, cordialidade, tranquilidade, força, confiança, acalento e amor. Ele favorece a fertilidade e ajuda no nascimento. Aumenta a resistência. Traz vida longa e força.

Trabalhar com o Jade pode proporcionar serenidade, que é o catalizador para se tomar boas decisões, principalmente aquelas que são atraídas dos nossos mais profundos níveis de Sabedoria.

O totem vegetal é a Sálvia. (Sálvia Officinallis).

salvia

A Sálvia tem sido associada com a Sabedoria por tanto tempo que tornou-se um sinônimo para ela.

Tradicionalmente se diz : “para sabor e saúde, use Sálvia”, ” quem tiver Sálvia plantada no jardim, Se Salva”.

Realmente, como tempero e uso medicinal a Sálvia é uma grande erva. As folhas podem ser utilizadas como tempero; medicinalmente (tanto interno quanto externamente) como um tônico, tintura, cataplasma ou banho de ervas, como chá, ou como defumação.

Elá é curativa para o estômago, cólon, sinus e passagens nasais, pulmões, fígado, rins, ple, poros, juntas, ossos, membranas mucosas, garganta e orgãos sexuais.

A Sálvia pode ser utilizada como adstringente, desinfetante, condicionador de cabelos e removedor de caspa, antiséptico, óleo para o corpo, expectorante e agente para aromaterapia. Boa para resfriados, febres, alergias, sinusites, artrites, probemas sexuais, dores, úlceras, cortes, arranhões e queimaduras.

Utilizada como gargarejo pode ajudar irritações na garganta. Para acalmar os nervos pode-se beber o chá da Sálvia. Para desordens da pele, picadas de insetos, ferimentos ou para sedeção embeber em banho da erva.

ENTRE EM CONTATO

Envie um e-mail para a equipe do Site


©Desenvolvido por Agência Rumi

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?